The Technology a empresa (The Technology the company)

Aos que estão querendo montar seu PC ou comprar um Notebook a The Technology está com diversas promoções, tudo com 1 ano de garantia e nota fiscal. Quem quiser mais informações entre em contato com a empresa: Instagram: @the.technology WhatsApp: +5531999858373 To those who are looking to assemble their PC or buy a Notebook, The Technology has several promotions, all with 1 year warranty and invoice. Whoever wants more information contact the company: Instagram: @ the.technology WhatsApp: +5531999858373

SERIAL DE ATIVAÇÃO WINDOWS 10 TODOS (ACTIVATION SERIAL WINDOWS 10 ALL)

Está é a maior lista da internet de Serial, Chave e Key de instalação do Windows 10 (This is the Internet's largest list of Windows 10 Serial, Key and Key installation)

AutoCAD 2017 + Crack Completo em Português-BR

AutoCAD 2017 + Crack, Completo em Português-BR é o software mais utilizado no campo da engenharia, arquitetura e design de produtos, consagra-se como uma das ferramentas de desenho técnico mais completas e profissionais disponíveis no mercado.

SketchUp Pro 2017 + V-Ray + Crack – Português

SketchUp Pro 2017 foi desenvolvido para os estágios conceituais do projeto, com uma estrutura 3D muito fácil de aprender. Numa analogia, SketchUp Pro pode ser considerado “o lápis do desenho digital”.

SSD: conheça mitos e verdades do hardware e tire suas dúvidas

Com aumento na popularidade do SSD, alguns mitos sobre o componente de armazenamento acabaram se espalhando pela Internet, desinformando muitos e afastando possíveis novos usuários.

Como descobrir (hackear) senha de WIFI no Windows em minutos - WPA/WPA2/WPS

Deseja aproveitar a conexão Wi-Fi super rápida do seu vizinho? Se eles são espertos, provavelmente têm uma senha protegida (caso contrário, você não estaria lendo isso, estaria?).

Como reformar um cooler barulhento.

Como reformar os coolers barulhentos do seu computador

Essas peças são campeãs em acumular poeira, isso não só compromete a sua eficiência, mas também acarreta outros problemas mais graves.
Alguns coolers já fazem barulho naturalmente quando sua taxa de rotação é muito alta. Sujos então...
A impressão é estar assistindo ao lançamento de um foguete decolando, tamanho é o escândalo provocado pelo componente.
O acúmulo de sujeira no motor das ventoinhas pode provocar muito barulho e até mesmo vibrações que, com o tempo, podem acabar danificando alguns componentes internos do computador.
Você sabia que recondicionar um cooler para que ele volte a funcionar como no dia em que saiu da fábrica é fácil e rápido? A tarefa leva pouco mais de dez minutos para ser concluída e os materiais necessários são fáceis de encontrar.
Materiais necessários
  • Coolers sujos e barulhentos;
  • Pincel;
  • Lubrificante e desengripante;
  • Álcool isopropílico;
  • Papel-toalha;
  • Ferramentas e pinça de ponta fina.
Se você não tiver uma pinça de ponta fina disponível, é possível substituí-la por um clipe de papel ou até mesmo um alfinete. O trabalho vai ser um pouco maior, mas o resultado final será o mesmo.

Desmontando o cooler

Vamos iniciar o processo removendo o excesso de poeira das pás do cooler. Para fazer isso, estendemos um pedaço de papel-toalha na mesa e, com o pincel, limpamos a peça cuidadosamente.
Depois disso, precisamos desmontar a ventoinha. O primeiro passo é remover a etiqueta que fica na parte de trás do cooler. Embaixo dela pode existir ou não uma tampa de borracha que esconde o mecanismo. Geralmente, essa parte se solta junto com a etiqueta; se isso não acontecer, é possível retirá-la facilmente.Feito isso, precisamos soltar a trava que segura o eixo das hélices no lugar: essa peça é geralmente um anel plástico branco com uma abertura na lateral. Para soltá-lo, é preciso pressionar um dos lados e levantar o outro.
Depois de remover o anel de segurança, podemos retirar a hélice. Veja que o motor já fica completamente exposto depois desse passo.O motor é composto por algumas bobinas que, ao receberem energia elétrica, reagem com o ímã que fica posicionado no interior da hélice fazendo a peça girar; o princípio é basicamente o mesmo de qualquer motor elétrico.

Removendo toda a sujeira

Vamos iniciar a limpeza molhando um pedaço de papel no álcool isopropílico. Depois, limpamos delicadamente todas as peças em volta das bobinas. A parte central, onde o eixo fica preso, geralmente é o local que acumula a poeira que, em contato com o lubrificante, forma uma pasta que seca e prejudica o funcionamento do cooler.Para finalizar, vamos limpar novamente o centro do motor, mas desta vez com o lubrificante. Basta borrifar um pouco do produto no local e, com um pedaço de papel, esfregar bem por toda a superfície.
O passo seguinte é a limpeza da hélice. Antes de iniciar o processo, vamos remover o anel de borracha que fica na base do eixo. Depois, aplicamos álcool em um pedaço de papel e limpamos o eixo e todo o interior da hélice.

Depois da limpeza, é preciso remontar a peça

Finalizada a limpeza, recolocamos o anel de borracha no eixo e aplicamos uma pequena gota de lubrificante no centro do motor.
Depois disso, encaixamos a hélice no local.
Em seguida, prendemos o anel que trava o eixo da hélice no lugar e, para finalizar, recolocamos a tampa de borracha e a etiqueta que cobre o compartimento.

Reformando um cooler com rolamentos

Alguns modelos de coolers são mais sofisticados e possuem um mecanismo com rolamentos. Dessa forma, o dispositivo funciona sem problemas por mais tempo. Entretanto, esse tipo de equipamento também está propenso a apresentar falhas devido ao acúmulo de sujeira.
Vamos iniciar o processo de limpeza da mesma forma que da primeira vez: removemos a etiqueta e, em seguida, a trava do eixo.Ao remover a hélice nos deparamos com dois rolamentos em pararelo.O processo de limpeza é simples. Limpamos o interior da peça com um papel umedecido em álcool isopropílico e, posteriormente, com o lubrificante.A seguir, devemos limpar os rolamentos: para isso, posicionamos um de cada vez sobre um pedaço de papel e borrifamos uma boa quantidade de desengripante/lubrificante neles. Para completar, removemos o excesso de líquido com um papeCom todas as peças já limpas, recolocamos os rolamentos no local de origem, posicionamos o eixo e, para terminar, prendemos a trava metálica para fixar tudo.

Posso utilizar esse processo em outros modelos?

A grande maioria dos coolers encontrados nos gabinetes — que são os modelos mais propensos a fazer barulho — possui o mesmo sistema de funcionamento, logo, esse processo de limpeza pode ser aplicado a vários equipamentos diferentes.
O lubrificante/desengripante utilizado pode ser de qualquer marca. O importante é lembrar-se de nunca aplicar graxa ou outros produtos semelhantes para a lubrificação dos componentes.É importante notar que devemos utilizar papel-toalha em vez de panos para efetuar a limpeza. Isso é recomendado para evitar que "fiapos" se soltem dos tecidos e prejudiquem a execução do trabalho.

Como limpar o micro de forma segura.


Talvez você não repare, mas, diariamente, uma grande quantidade de poeira é depositada em seu PC. Pequenas frestas e orifícios possibilitam a entrada de sujeira no interior da máquina. Além disso, teclado, mouse, monitor e outros componentes ficam imundos com facilidade.
Para evitar problemas de funcionamento e danos à sua saúde, é necessário realizar limpezas periodicamente. Claro, usar o espanador de pó já ajuda, mas isso nem sempre é suficiente. Hoje, vamos ensinar como limpar seu computador de forma segura e fácil.
Atenção
Antes de começar, certifique-se de que o PC está devidamente desligado. Recomendamos que você nunca use água para limpar os componentes de hardware. Não é indicado usar álcool comum ou produtos derivados, pois eles podem estragar as peças.
É importante realizar todo o processo com cautela e delicadeza, pois qualquer movimento brusco pode danificar as peças do computador. Além disso, indicamos que você faça a limpeza em um local arejado e que seja fácil de limpar posteriormente.
Materiais necessários
Para executar todos os procedimentos, você vai precisar de:
  • Panos sem fiapos;
  • Cotonetes;
  • Palito de dentes;
  • Detergente;
  • Água;
  • Água destilada;
  • Álcool isopropílico;
  • Aspirador de pó;
  • Pincel de cabo longo e cerdas macias;
  • Secador de cabelos com ar frio;
  • Folha de jornal;
  • Chave de fenda;
  • Chave philips;
  • Pinça;
  • Uma lata de ar comprimido pode ser útil.
  • Limpando o mouse

    Vamos começar nossa faxina pelo componente mais fácil, o mouse. Para limpá-lo, você precisa apenas umedecer um pano com água e detergente e passar o pano na superfície externa do periférico.
    Se você usa um mouse com bolinha, abra o compartimento inferior, remova a bolinha e, com um palito de dentes, remova a crosta de resíduos das roldanas. Por fim, use uma pinça para retirar a sujeira. Vale repetir essa limpeza com certa frequência, pois a poeira acumulada pode afetar o funcionamento do periférico.

    Limpeza básica do teclado

    Agora que fizemos a limpeza do mouse, é hora de dar uma geral no teclado. Primeiro, vamos fazer uma faxina básica, pois nem todos os teclados precisam ser desmontados para ficar limpos.
    1. Desconecte o teclado do PC e leve-o até algum local em que você possa fazer sujeira. Não remova o periférico com o computador ligado, pois isso pode causar problemas;
    2. Abra um jornal no chão para evitar que a poeira caia no piso;
    3. Vire o teclado de ponta-cabeça e sacuda-o para remover parte da sujeira;
    4. Se você quiser, dê leves tapinhas na parte traseira do teclado;
    5. Agora, use a lata de ar comprimido para expelir o restante da sujeira. Se você não tiver uma, vale usar um secador de cabelos com ar frio;
    6. Passe o bico com cerdas do aspirador de pó por cima do teclado;
    7. Aplique um pouco de álcool isopropílico em um cotonete. Passe o cotonete nas laterais das teclas e nas frestas. Não use muita força, pois uma tecla pode sair do lugar;
    8. Umedeça levemente um pano e aplique um pouco de detergente. Passe o pano em cima das teclas para retirar a sujeira que ficou grudada. Por fim, passe um pano seco.
    9. Limpeza avançada do teclado

      Muitas vezes, a sujeira acumulada no interior do teclado pode impedir o bom funcionamento do dispositivo. Para solucionar o problema, você deverá remover as teclas. Este procedimento é arriscado, portanto, você deverá ser delicado ao realizar os passos a seguir. Caso não sinta confiança, ignore essa etapa.
      1. Primeiro, registre a posição de cada tecla, pois você precisará colocá-las nos locais apropriados posteriormente;
      2. Agora, usando a chave de fenda como alavanca, retire cada uma das teclas;
      3. É preciso tomar cuidado para remover as teclas grandes, pois é fácil danificar os encaixes;
      4. Depois de remover os botões, use o ar comprimido (ou o secador de cabelos) para expelir a sujeira;
      5. Passe um pano úmido em toda a superfície;
      6. Por fim, recoloque as teclas no lugar.

      Tirando a sujeira dos cabos

      A limpeza dos cabos externos é a menos trabalhosa, pois basta umedecer um pano em uma mistura de detergente com água, passá-lo nos cabos e depois secá-los com um pano seco.
      Não se esqueça de secar muito bem as partes metálicas, pois tal deslize pode gerar problemas com eletricidade. Aliás, evite passar panos úmidos em filtros de linhas e nas conexões de fonte de energia.

      Limpando o monitor

      Agora, é hora de limpar o monitor. Antes de iniciar, desligue o aparelho para poder enxergar as manchas e sujeiras da tela. O processo abaixo serve para telas LCD e CRT.
      1. Usando um pano seco, remova o máximo de sujeira da tela. Se o seu equipamento é de LCD, não aplique muita força, pois você pode danificar a tela;
      2. Caso algumas manchas não tenham sido removidas, umedeça um pano com água destilada e passe-o sobre as marcas de gordura e sujeira. Caso você tenha adquirido algum produto especial para limpeza de telas, pode utilizá-lo, desde que ele não contenha álcool;
      3. Para limpar a carcaça do monitor, use um pano umedecido com água e detergente. Não recomendamos o uso de álcool para limpar nenhuma parte do dispositivo;
      4. Para acabar, passe um pano seco em toda a carcaça e nos cabos.
      5. A limpeza final: o gabinete

        Por fim, sobrou a parte mais difícil. A limpeza do gabinete deve ser realizada com muito cuidado, pois todos os componentes que dão vida à máquina estão dentro desta enorme caixa. Siga atentamente os passos abaixo e nem pense em usar álcool.
        1. Primeiramente, desencaixe todos os cabos;
        2. Use um aspirador de pó para sugar a sujeira das entradas de ar das partes traseira, frontal e laterais;
        3. Agora, com um pano umedecido com detergente, remova as manchas do exterior. Não use um pano encharcado, pois qualquer gota de água que cair dentro do gabinete pode afetar algum componente fundamental;
        4. Depois, passe um pano umedecido somente com água. Por fim, um pano seco para deixar o gabinete seco.
        5. Limpando o interior

          Realizar uma faxina interna no gabinete é importante, ainda mais se considerarmos que o excesso de poeira pode afetar o desempenho da máquina — tanta sujeira pode fazer a ventoinha da CPU parar e causar sérios danos ao chip.
          Para realizar este procedimento, recomendamos que você descarregue a energia estática do seu corpo. Basta tocar no chão para se livrar da energia excessiva. Bom, vamos à limpeza:
          1. Remova os parafusos na parte de trás do gabinete com uma chave philips;
          2. Retire a tampa lateral;
          3. Mais uma vez, lembramos para descarregar a energia estática;
          4. Agora, use um pincel para varrer toda a sujeira acumulada nos componentes. Se você souber como remontar a máquina, vale desencaixar as placas, os módulos de memória e os demais itens para limpar os slots;
          5. Depois, use o pincel para retirar a poeira presente na ventoinha do processador;
          6. Por fim, use um pano seco para tirar o pó dos cabos.


Como ligar um cooler direto na fonte do computador.

Hoje vamos falar sobre uma dúvida muito comum, que é como fazer uma ligação entre um cooler e uma fonte de computador, já que em um computador essa ligação não se dá diretamente e sim através de placas de circuito impresso. Essa ligação é bem fácil de fazer, só tem alguns pequenos detalhes para se atentar que veremos agora. Para fazer a ligação entre o cooler e a fonte do computador primeiramente você vai precisar de um objeto metálico e flexível capaz de conduzir energia, neste caso eu usei um clips de papel. Como a saída da fonte produz 5 volts ou 12 volts é necessário que o cooler suporte os 5 volts ou 12 volts.

Caso a fonte esteja ligada desligue-a, inclusive da tomada. Faça um arco com o clips de papel, como mostrado na imagem abaixo, e espete ele ligando os terminais do fio preto e do fio verde do plugue grandão da fonte do computador. 
Agora pegue um daqueles terminais da fonte onde são conectados os discos rígidos ou aos drives do computador e coloque um pedaço de fio, desencapado nas pontas é claro, no terminal do fio vermelho e um no terminal do fio preto para uma alimentação de 5 volts. Para uma alimentação de 12v use o fio amarelo e o preto.Agora pegue o cabo do cooler e conecte o fio vermelho que vem da fonte ao fio vermelho do cooler e o fio preto que vem da fonte ao fio preto do cooler.
Ligue a fonte e pronto, seu cooler está ligado direto na fonte do computador!


Desinstalando o HAO 123 do computador .

Antes de remover o Hao123 dos navegadores, temos que eliminá-lo do computador em si. Para isso, abra o Painel de Controle, procure a opção "Desinstalar um programa" e clique sobre ela. Na janela que abrir, procure pelo Hao123.
Lembrando que ele pode vir com nomes diferentes, então procure em toda a lista de programas instalados e tente encontrar aqueles desenvolvidos pela Baidu. Após encontrar o programa, selecione-o e clique em “Desinstalar/Alterar” para iniciar o processo de remoção.




Após o processo, procure por vestígios de outras instalações do Hao123 na lista. Se encontrar alguma, repita o processo; caso contrário, você finalmente poderá removê-lo dos navegadores.

Removendo o Hao123 do Google Chrome

Para remover de vez o Hao123 do Chrome, é necessário seguir alguns passos. Primeiro, é necessário alterar a página inicial e a página de inicialização do navegador. Para isso, clique no botão com as três pequenas barras horizontais no canto superior direito da janela e selecione a opção “Configurações”. Agora, basta alterar a página de inicialização, a página inicial e, caso seja necessário, a pesquisa do navegador.




O Hao123 não costuma deixar extensões instaladas no Chrome, mas, em todo caso, é sempre bom dar uma conferida para ter certeza de que não há nenhum intruso lá no meio.
Caso seu navegador continue exibindo o Hao123 como página inicial, é importante verificar os atalhos do Chrome espalhados pelo seu computador. Geralmente, há atalhos na área de trabalho e na barra de tarefas que podem ser excluídos antes de verificar se a ferramenta finalmente sumiu do navegador.
Caso não queira excluir os atalhos, verifique as propriedades dele. Clique com o botão direito no atalho, selecione “Propriedades” e, no campo “Destino”, certifique-se de que nada relacionado ao Hao123 esteja escrito, mantendo apenas a seguinte linha: "C:\Program Files\Google\Chrome\Application\chrome.exe". Clique em “Ok” e seja feliz usando o Chrome livre do Hao123.




Removendo chromesearch.today
Segue abaixo o arquivo .bat que remove esse Malware automaticamente .
Link Para a remoção automatica

PC lento e travando? Solução





Mas, afinal, por que esse tipo de cenário acontece? Encontrar uma resposta específica é difícil, visto que há milhares de elementos tanto de software quanto de hardware que podem ter como consequência esse tipo de problema.
A palavra “travamento” é usada para descrever de forma vaga uma miríade de razões pelas quais seu computador deixa de funcionar da maneira correta. De fato, muitas vezes essa situação se constitui em uma “última saída” de sua máquina, que prefere encerrar suas atividades a continuar insistindo em processos que podem danificá-la de modo permanente.

Softwares em conflito

Um dos motivos pelos quais seu computador pode deixar de funcionar corretamente e travar são problemas relacionados à maneira como um software se comporta. Isso pode se manifestar de diversas formas, seja por um sistema operacional que tenta acessar um endereço de memória incorreto, bugs no driver de um dispositivo ou falhas de programação que iniciam um loop no qual a mesma ação é executada infinitas vezes sem que seja possível escapar dela.
“Imagine se você disser a um amigo (um com a inteligência de uma máquina) para ir comprar frutas em uma loja de hardware. Essa pessoa vai lá e descobre que o item necessário não está disponível. Mas, como se trata de uma máquina, ela não tem a inteligência necessária para fazer algo diferente, como talvez ir a outra loja para comprar o que foi instruído”, explica o site Live Science.
Em outras palavras, a maioria dos travamentos resultantes de softwares se deve a falhas de programação ou a problemas de compatibilidade que fazem com eles executem tarefas de maneira incorreta ou incompleta. “Pense em um programa de computador como uma receita que diz ao computador o que fazer”, exemplifica Dave Baggett, programador que já trabalhou em games como Crash Bandicoot.
“Assim como acontece em uma receita de cookie, por exemplo, você consegue o resultado certo caso siga as instruções corretamente. Mas, se você realizar algum passo incorretamente ou fora de ordem, seu resultado vai ser ruim — e vai ser muito difícil prever desde o início a natureza exata dessa consequência: talvez os cookies saiam com um gosto estranho, porque você usou os ingredientes errados. Talvez eles fiquem crus ou sejam queimados. Talvez sua cozinha pegue fogo”, explica Baggett.
“O que devemos aprender disso é que o resultado positivo é facilmente reconhecível enquanto o ruim é um pouco arbitrário e depende das leis da física. Isso também acontece com programas de computador — só que eles envolvem bilhões de passos, que são coordenados por um pequeno chip chamado CPU, que trabalha em um ritmo de milhões de passos por segundo”, complementa o programador.
Baggett lembra que todos os softwares rodam em um contexto, ou seja, mesmo que um programa não tenha bugs em seu código, ele pode rodar de maneira inesperada caso o sistema operacional no qual ele se baseia apresente problemas. “Se algo der errado, você fica com lixo. Ao fazer cookies, isso geralmente é uma massa sem gosto. Com softwares, geralmente ‘a tarefa congela’ ou surge um popup com um aviso assustador. Ou o programa simplesmente fecha”, conclui.
Para finalizar, os famigerados vírus também podem ter participação nesse processo, corrompendo processos importantes e fazendo com que seu computador se comporte de maneira inesperada. Como esse problema pode se espalhar entre diferentes máquinas, ele ganhou o mesmo nome do tipo de organismo que causa doenças que se espalham entre pessoas e animais.

Hardware problemático

Os momentos em que seu PC trava também podem estar relacionados a problemas de hardware, o que complica um pouco a situação. Isso porque, para descobrir o que está acontecendo, geralmente é preciso abrir a máquina e testar um a um seus componentes até descobrir qual elemento da equação não está funcionando de maneira correta.
Entre os motivos mais comuns para que sua máquina congele está o excesso de calor, que pode fazer com que o computador “entre em pânico” e pare de executar suas tarefas como maneira de evitar danos físicos. O problema também pode estar relacionado a fontes defeituosas, que deixam de fornecer energia aos componentes de maneira adequada.
Outros vilões comuns são problemas na memória RAM, que pode ser corrompida de maneira imprevisível. No caso, recomendamos usar programas como o MemTest86+ para realizar testes individuais com cada chip equipado em seu computador de forma a detectar aquele que apresenta defeitos para que você possa substituí-lo.
Também são comuns problemas causados pelo disco rígido, que surgem devido à maneira como esse hardware se comporta. Cada dispositivo do tipo armazena informações em unidades chamadas de setores, que podem se corromper após certo tempo de uso ou perder as informações que armazenavam — caso elas estejam relacionadas ao sistema ou a um software específico, isso pode resultar em travamentos. Além disso, também deve-se levar em consideração defeitos na cabeça de leitura dos HDs, que resultam em riscos que trazem como consequência a perda de dados.
Outra responsável usual pelos travamentos é a CPU, que pode se comportar de maneira anormal devido ao excesso de calor (situação especialmente comum aos adeptos do overclock) ou à realização de atividades que excedem sua capacidade. A sujeira que se acumula naturalmente nos coolers de resfriamento de sua máquina também causa esse tipo de situação, então é uma boa ideia realizar limpezas periódicas para manter tudo funcionando da maneira devida.
Como você pôde notar por esses exemplos (que não têm a intenção de abranger a totalidade das possibilidades), são inúmeros os motivos pelos quais um hardware pode resultar em travamentos. Infelizmente, nem sempre a causa desse tipo de problema fica clara em um primeiro momento (como a instalação de uma nova peça, por exemplo), o que muitas vezes obriga você a “destrinchar” o computador e testar componentes de maneira individual até que a causa da dor de cabeça seja desvendada.

Outros Problemas.
1) Arquivos temporários acumulados
Conforme você utiliza o computador, instalando novos programas, salvando e apagando arquivos, entre outras ações, o sistema operacional gera arquivos temporários que, em teoria, deveriam ser apagados após a sua utilização. O problema começa quando o Windows acumula muitos desses arquivos, ocupando espaço no disco e deixando o funcionamento de programas prejudicado.
2) PC infectado por vírus
É mais comum do que muitos imaginam ter o PC infectado por algum vírus. Por maior que seja o cuidado na instalação de programas no computador, muitas vezes malwares e spywares acabam infectando a sua máquina.
O melhor jeito de verificar se algo de errado está no computador é abrir o Gerenciador de Tarefas do computador (clique com o botão direito do mouse na barra de tarefas e selecione o gerenciador) e verificar a lista de processos abertos no Windows.
3) Disco mal fragmentado
Conforme você utiliza o computador, instalando programas e usando diversos arquivos, pedaços desses arquivos acabam espalhados pelo disco. Ao apagar aplicativos, o sistema deixa o posicionamento deles no disco vazio, em vez de otimizar a localização dos arquivos remanescentes. Isso faz com que a execução dos programas fique longe do ideal.
Para resolver isso, siga os passos abaixo:
Passo 1. Vá até o disco que deseja desfragmentar e clique com o botão direito do seu mouse. Selecione “Propriedades”.
Desfragmente o seu disco  (Foto: Reprodução/André Mello)
Passo 2. Nas propriedades do disco, selecione “Ferramentas” e, em seguida, “Otimizar e desfragmentar unidade”. Clique em “Otimizar” e aguarde o processo finalizar.
4) Envio de arquivos do Windows Update
Com o lançamento do Windows 10, a Microsoft optou por mudanças na maneira como entrega as atualizações do sistema operacional. Por padrão, além de conseguir os arquivos do Windows Update através dos seus servidores, a Microsoft também usa o computador de outros usuários online, que enviam pedaços desses arquivos para facilitar a disponibilidade deles.
Por causa disso, muitas vezes o seu computador pode estar enviando trechos de atualizações do Windows para outros usuários sem que você saiba disso, gastando a sua internet e deixando as tarefas da máquina mais lentas.
Para desativar esse envio automático, siga estes passos:
Passo 1. Selecione as configurações do computador. Em seguida, vá até “Atualização e Segurança” e clique em “Opções avançadas”, dentro da sessão “Configuração de atualização”.
Altere a maneira como recebe ~e envia as atualizações do Windows 10 (Foto: Reprodução/André Mello)














Passo 2. Dentro das opções avançadas, clique em “Escolha como as atualizações serão obtidas” e, em seguida, desative a opção.
5) Muitos programas iniciados juntos com o Windows
Muitos programas, quando instalados no Windows, trazem a opção padrão de serem inicializados junto com o sistema operacional. Isso acaba deixando a inicialização mais lenta do que ideal, além de deixar esses aplicativos rodando em segundo plano, caso você não pare o que esteja fazendo para fechá-los.
Para resolver quais programas realmente serão inicializados com o Windows, siga esses passos:
Passo 1. Abra o gerenciador de tarefas do Windows, conforme o tutorial informado acima. Dentro dele, selecione a aba “Inicializar”.

Selecione quais programas serão inicializados junto com o Windows (Foto: Reprodução/André Mello)
Passo 2. Você deve visualizar a lista de programas que iniciam junto com o Windows. Escolha qual você deseja remover e, em seguida, clique no botão “Desabilitar”.
6) Registro do Windows desatualizado ou corrompido
Conforme você instala e desinstala programas no Windows, o registro do sistema operacional pode acabar corrompido, com entradas para aplicativos e tipos de arquivos que não estão mais no PC. Isso faz com que o sistema operacional não funcione da melhor maneira possível, já que acaba procurando por vestígios que não estão na máquina.

Processador pegando fogo.


Problemas e Prevenções:
Quais são os fatores que fazem o processador esquentar demais:
Cooler
Exemplo de Cooler
O principal componente na refrigeração do processador é o cooler. Ele é o conjunto de um dissipador de calor acoplado de uma ventoinha (também chamada de fan). Você deve tomar cuidado se ele estiver apresentando ruídos excessivos, pois isso indica que ele não está trabalhando normalmente, e que está fazendo muito esforço.Você deve ficar atento também se for trocar o processador. Se não vir nenhum cooler junto do novo processador (o que não acontece em modelos Box), você deve ter certeza de que o atual da sua máquina suporta o processador novo. Caso contrário, você terá sérios problemas com o funcionamento.
Pasta Térmica
Outro item importante é a pasta térmica. É ela que transmite diretamente o calor gerado pelo processador para o dissipador de calor, que então é resfriado pela ventoinha do cooler. Geralmente os computadores já vêm com o tipo e quantidade de pasta térmica necessária para o devido resfriamento, mas existem algumas marcas e modelos que são melhores e podem ajudar a melhorar a temperatura do processador.

Se algum dia você resolver tirar o cooler e sem querer retirar a pasta térmica do dissipador de calor, EVITE ligar o computador sem a pasta térmica. Ela é essencial para o resfriamento do processador.

Organização Interna do Gabinete
A forma como os cabos estão dispostos dentro do gabinete do computador fazem muita diferença Note se há circulação de ar no interior do gabinete e se os cabos dentro dele não estão desarrumados, de modo que não permitam o ar circular.
Foto Gabinete bagunçado e outro arrumado:
 Consequências







Seu processador pode queimar de verdade.Os resultados da alta temperatura do processador podem ser os mais diversos. O mais comum é ocorrer o travamento (freeze) do sistema operacional ou o reset(reinicialização) da máquina. Isso  também faz com que diminua da vida útil do processador.Se o seu computador não possuir algum dispositivo de segurança contra superaquecimentos – o que hoje é comum em praticamente todas as máquinas disponíveis no mercado – seu processador poderá até mesmo queimar!
Dicas para evitar o aquecimento
Algumas dicas para resfriar seu gabinete.
Instale Novos Coolers
Algo que pode ajudar a diminuir a temperatura dentro do gabinete é a instalação de coolers de exaustão.  Alguns modelos são instalados em slots localizados atrás do gabinete, e outros na lateral (como é o caso do cooler da imagem ao lado). Eles servem para retirar o ar quente de dentro do computador. Esta é uma opção fácil de aplicar e que pode ser útil. Apenas fique atento se o ar expelido é realmente quente, pois se for frio significa que ele pode estar prejudicando a refrigeração do sistema.
Troque o Cooler Principal
Outra solução para diminuir a temperatura do processador é trocar o cooler. Os coolers que vêm por padrão com os processadores são suficientes, mas não chegam a ter potência de sobra. Hoje, existem vários modelos e marcas diferentes que podem melhorar bastante a refrigeração do processador. Um bom exemplo – e não tão barato – é o Water Cooler, um sistema de refrigeração que utiliza a água ao invés de ventoinhas.

Recuperando placa de vídeo.(Forno)


Teste por sua conta em risco. 
Motivos que levam a procurar testar essa técnica:                                                                       
I-Imagem dando falhas ou chuviscos.                  II-Ausência de imagem.
III-Quando ela para de vez.
IV-Sem nada para fazer.  






1-Desmonte sua VGA, isso mesmo, remova dissipador e cooler (se tiver).  
2-Solte todas as peças plásticas que forem possíveis retirar utilizando parafusos. 
3-Coloque seu forno para aquecer á 180 graus (não aumente a temperatura) e espere uns 5 minutos pra pré-aquecer. (Não use micro-ondas!!) 4-Coloque uma folha de papel alumínio sobre a forma. 
5-Utilize objetos metálicos para suspender a placa a aproximadamente 2 cm do papel alumínio. Atenção: a placa deve ficar com o a GPU voltada para cima. 6-Cubra também os capacitores e as entradas sensíveis da placa, entrada de alimentação, saídas de vídeo etc. 7-Agora a deixe assar POR 8 MINUTOS nem mais nem menos.
8-Agora aguarde mais ou menos 50 minutos a 1 hora para ela esfriar pois se não irão soltar peças em sua mão.
9-Teste sua placa de vídeo