Como passar pasta térmica no processador.

Algumas precauções
Antes de começar, vale lembrar de algumas precauções a serem tomadas: apesar de não ser tóxica, a pasta térmica não deve ser ingerida. De modo algum coloque a pasta térmica em contato com a boca. Evite também de deixar a pasta térmica exposta a crianças ou animais.
Você também deve tomar muito cuidado na hora de mexer com o cooler e o processador. Se você possui pouca experiência com manutenção, a tarefa de retirar o cooler poderá ser difícil para você. Não use força bruta, pois apesar dos coolers possuírem encaixes e chaves que fazem pressão, não é com força que eles devem ser retirados, mas sim com jeito. Procure pelos encaixes/chaves que ficam nos coolers e desengate-os antes de retirar o cooler.
processador é um componente bastante frágil, e você deverá tomar grande cuidado com o manuseio dele. Ele possui pinos na parte inferior, os quais se entortam facilmente. Você deve ter muito cuidado para não entortar estes pinos, pois isto pode comprometer o componente.
Materiais necessários.Materiais necessários
Para aplicar a pasta térmica, você precisará dos seguinte materiais:
  • Pasta térmica;
  • Álcool isopropílico;
  • Espátula de plástico;
  • Cotonetes;
  • Pano macio, papel higiênico ou cotonetes.Você precisará ainda de uma chave para abrir o gabinete do seu computador, e talvez de uma chave de fenda para auxiliar você na hora de retirar o cooler do processador.

Atenção: não use álcool de cozinha! Ele possui água e pode queimar seu computador.
Usa-se álcool isopropílico por ser um composto de álcool puro, sem água, o que faz com que não seja condutor de eletricidade. Ele pode ser encontrado em farmácias ou em lojas de produtos eletrônicos.
Aplicando a pasta térmica
Como remover a pasta antiga
Primeiramente você deverá remover a pasta térmica que está no processador e/ou no dissipador de calor. Tire o excesso de pasta raspando a espátula de plástico cuidadosamente sobre a superfície do processador/dissipador. Em seguida, molhe o cotonete com o álcool isopropílico e retire o que restou da pasta térmica antiga. Após isso, passe o pano/algodão umedecido com álcool.
Retire o restante com um cotonete umidecido com álcool.
Retire o excesso com a espátula.
Aplicando a nova pasta térmica
O segredo na hora de aplicar a pasta térmica não é quantidade. Tome cuidado, pois caso você coloque pasta em excesso, ela acabará servindo como isolante térmico em vez de condutor, o que prejudicará o resfriamento do processador.
A quantidade de pasta a ser aplicada deve ser mínima: aplique cerca de uma gota, em cima do processador. Em seguida, utilize uma espátula para espalhar cuidadosamente a pasta sobre o processador, de modo que a camada final seja bem fina, tal como uma folha de papel. Não é necessário cobrir toda a parte superior do processador, de modo que o local mais importante é o centro.
Aplique uma gota de pasta térmica sobre o processador.Espalhe a pasta com a espátula.
Resultado após ter espalhado a pasta.
Após isso, reinsira o processador na placa-mãe. Você deve manter a alavanca do soquete para cima, e após certificar-se de que o processador está corretamente encaixado (note que em uma das "pontas" do processador não existe um pino, e que no soquete, em uma das "pontas" falta um "furo". Estas partes devem ficar juntas.), abaixe-a.Em seguida reinsira o cooler sobre o processador.Cooler sendo inserido na placa-mãe.
Processador devidamente inserido na placa-mãe.
Se você achar necessário, utilize uma chave de fenda para auxiliá-lo, mas tome cuidado para que a chave não escape e esbarre na placa-mãe, pois poderá danificá-la. Cuide também para que o cooler seja reinserido na posição correta, pois isso também influenciará na refrigeração do processador.
Não se esqueça de ligar o fan (ventoinha) do cooler! Se você esquecer disso, a ventoinha não irá funcionar, e o processador irá superaquecer.