Em breve, poderá aceder aos ficheiros do Linux no Explorador de ficheiros do Windows

A integração do Linux no Windows 10 foi uma das maiores surpresas da Microsoft para o seu novo sistema operativo. Algo que era esperado há anos chegou finalmente e está acessível a todos.
Mas, segundo as queixas dos utilizadores, havia algo em falta. Falamos do acesso aos ficheiros do Linux. Agora essa opção está a chegar e mudará a forma como o Linux está dentro do Windows 10.

Windows 10 Linux ficheiros aceder

As melhorias que vão chegar ao Linux do Windows 10

Apesar de estar integrado no Windows 10, até agora, o WSL (Windows Subsystem for Linux) impedia o acesso direto a todos os seus ficheiros. A justificação era simples e pretendia apenas proteger este Linux e a sua integridade.
Claro que isso causava constrangimentos a quem usava este sub-sistema, uma vez que bloqueava os que aí eram criados. Mas a Microsoft ouviu os utilizadores e as suas queixas e em breve terá a solução para este problema.

Windows 10 Linux ficheiros aceder

Uma integração total com os ficheiros destes sistemas

A mais recente build do Windows 10 traz como novidade o acesso aos ficheiros da bash do Windows no Explorador de ficheiros. Vão surgir como uma drive de rede e será possível navegar na sua estrutura de ficheiros.
Da mesma forma, executando o comando star.exe, será possível lançar um explorador diretamente de qualquer localização e assim gerir os ficheiros presentes. Este passo vem aumentar de forma exponencial a integração entre o Windows 10 e as diferentes versões do Linux presentes.
Windows 10 Linux ficheiros aceder

Quando vai poder testar esta novidade do Linux do Windows

Por agora esta novidade está a ser testada nas mais recentes builds do programa Insiders. Deverá chegar para todos em abril deste ano, na próxima grande atualização do Windows 10, indo ainda receber bastantes melhorias.
Este é mais um passo dado pela Microsoft para melhorar o Windows 10. Vem tornar mais simples a utilização do Linux e do Windows. O acesso aos ficheiros é essencial e os utilizadores vinham a pedi-lo com insistência há já muito tempo.