Como saber se a JBL Xtreme 2 é original ou réplica? Veja cinco dicas

JBL Xtreme 2 é uma caixa de som bastante popular à venda no Brasil, e foi eleita a melhor do mundo pela EISA (Associação Europeia de Imagem e Som, em português). Em razão disso, é fácil encontrar imitações e réplicas falsas no mercado, que custam bem menos que o indicado pela fabricante. Atualmente, a Xtreme 2 é vendida por R$ 1.799 no site da JBL, e analisar o preço é um dos principais fatores na hora de adquirir seu aparelho.


Pensando nisso, o Descomplicando o Hardware separou algumas dicas de como identificar se a JBL Xtreme 2 é original ou não. Vale ressaltar que a maioria das orientações também é válida para outros aparelhos eletrônicos.

1. Compare as embalagens e os produtos com o da loja oficial

A primeira coisa que o consumidor precisa observar é a aparência do dispositivo e da caixa. Confira se a embalagem é igual à disponibilizada pela fabricante na loja oficial, checando também se todas as informações presentes estão de acordo.
Além disso, é muito importante conferir se todos os botões, entradas e funções do dispositivo estão corretos. Veja se o tamanho e o peso estão iguais: geralmente as peças falsificadas tendem a ser mais leves, por conta da má qualidade do material. Caso alguma das características não esteja correta, pode ser que o aparelho não seja verdadeiro.

2. Teste a qualidade do som e do material

Outro ponto importante é a qualidade; tanto do som quanto do material. Aparelhos falsificados e réplicas, de modo geral, costumam oferecer uma experiência de uso inferior em relação ao dispositivo original. Por isso, procure testar o aparelho antes de comprar, analisando se o áudio está limpo, se há ruídos, chiados, entre outros.
Se sentir que a potência da Xtreme 2 deixou a desejar, ou que o material da caixa de som é muito frágil, a chance de ser uma réplica é grande. Pintura descascando ou mal feita, tampas que não encaixam corretamente, conectores e botões tortos são alguns outros sinais.

JBL Xtreme 2 original é resistente à água  — Foto: Divulgação/JBL

3. Certifique-se da origem do produto

Outra dica para não ser enganado é conhecer a loja que está vendendo o aparelho. Conhecer a reputação do revendedor é fundamental, pois existem muitas pessoas que trabalham legalmente com isso. Porém, também há aqueles que comercializam produtos falsos. Uma forma de se garantir é exigindo a nota fiscal no ato da compra.

4. Confira as especificações da fabricante

A primeira coisa a fazer é entrar no site da JBL e olhar as especificações do modelo. Caso esteja em uma loja física, olhe a ficha técnica na embalagem e compare com a do produto original. Nas compras pela Internet, pode ser mais difícil de identificar. Isso porque, na maior parte das vezes, quem vende produtos pirateados simplesmente copia e cola as especificações do dispositivo verdadeiro.

Resultado de imagem para jbl xtreme 2

5. Desconfie das diferenças de preço

O aspecto mais discrepante em se tratando da Xtreme 2 é, sem dúvida, o preço. Atualmente, a caixa custa R$ 1.799 no site oficial da marca. Por isso, qualquer valor encontrado que for muito abaixo disso, desconfie.
Ainda que a caixinha de som seja encontrada por pouco menos em lojas confiáveis do varejo nacional, o valor cai apenas em R$ 100, aproximadamente.