Saiba o que muda na versão Call of Duty: Modern Warfare Remastered

Call of Duty: Modern Warfare Remastered é a versão aprimorada do quarto título da saga Modern Warfare lançado originalmente em 2007 para as plataformas de sétima geração. Com versões para PS4Xbox One e PC, o título em primeira pessoa está disponível em pacote exclusivo com Infinite Warfare, o novo jogo da série. Confira nossas impressões:
Enfim, o passado
Embora esteja vinculado ao bundle Legacy Edition, de Infinite Warfare – tanto em versão digital quanto em disco – o remaster justifica, sim, o investimento no pacote mais caro. Quase uma década depois de chegar às prateleiras, Modern Warfare 4, do estúdio Infinity Ward, comprova que uma ambientação atual sem pulos duplos e periféricos futuristas funciona melhor na franquia.
Call of Duty Modern Warfare Remastered: confira as impressões (Foto: Divulgação/Activision)
Sob a perspectiva de dois personagens distintos, um fuzileiro norte-americano e um soldado que representa o Serviço Especial britânico, o objetivo é exterminar uma grande rede terrorista com ideologias ultranacionalistas, além de radicais islâmicos, cuja intenção é colocar as mãos em poderosas armas nucleares.
A guerra civil contada em Modern Warfare 4 continua sendo uma das narrativas mais envolventes da história dos games de tiro. É possível revisitar todas as missões da campanha presentes no jogo original, incluindo a memorável “All Ghillied Up”, um dos trechos mais intensos, com mortes sorrateiras e confrontos intensos de sniper.
Embora trate-se de uma campanha linear como todo jogo da série Call of Duty, o level design das missões é de causar inveja a qualquer jogo atual com a mesma proposta. Há dezenas de possibilidades de ação, o que permite ao jogador progredir da forma que quiser, com o estilo de gameplay que bem entender. Além disso, as atividades são bastante variadas, tornando cada confronto único e digno de ser repetido.
Call of Duty: Modern Warfare Remastered traz campanha clássica e gráficos repaginados (Foto: Divulgação/Activision)
O melhor de tudo é poder jogar um Call of Duty que parece novo sem a pompa futurista dos últimos três lançamentos. Modern Warfare 4 é um típico simulador de guerra, sem firulas e recursos tecnológicos. Nos campo de batalha, os protagonistas têm à disposição somente camuflagens, armas e poucos veículos. É preciso pensar estrategicamente para avançar, especialmente se você estiver jogando no nível de dificuldade mais exigente.
De cara nova
Tecnicamente falando, o estúdio Raven Software fez um trabalho exemplar. Modern Warfare 4 parece outro jogo. As texturas estão mais detalhadas, assim como as cores, que deixam as vegetações mais vivas. Mesmo em comparação a versão antiga de PC, há melhorias substanciais.
As mudanças na densidade de sombras e luz, por exemplo, também são notáveis e, por isso, facilitam a detecção de inimigos no ambiente. Apesar de não ter sido concebido com ferramentas gráficas atuais, o título traz visual caprichado e desempenho aprimorado.
Call of Duty: Modern Warfare Remastered terá multiplayer em seu lançamento (Foto: Divulgação/Activision)
Uma otimização que, aliás, faz o título rodar em 1080p e 60 fps sem qualquer tipo de travamento ou bug ocasional. É importante ressaltar que, além de gráficos repaginados, os textos e legendas estão localizados para o português do Brasil.
Por enquanto, a campanha está disponível para quem efetuar a pré-compra de Infinite Warfare. No entanto, assim que o jogo chegar às lojas em 4 de novembro, os modos clássicos do multiplayer serão lançados, incluindo dez mapas escolhidos pelos fãs, perks, armas e habilidades de Prestígio.
Conclusão
Call of Duty Modern Warfare Remastered é um verdadeiro presente aos fãs. Mesmo com quase dez anos de vida, ele ainda é um dos melhores games da franquia, tanto em jogabilidade quanto em história e mapas multiplayer. Se você pretende adquirir Infinite Warfare, eis o pacote Legacy a sua melhor opção. Esperamos que o tempo mostre à Activision que o futuro de Call of Duty é, de fato, no passado.