MacBook Pro da Apple com problema na bateria já causou 26 incidentes

A Apple esclareceu, na última quinta-feira (26), o tamanho do problema envolvendo o recall de MacBooks Pro anunciado na última semana. Segundo a empresa, foram registrados 26 incidentes de superaquecimento de bateria em notebooks da linha: desses, cinco causaram queimadura nos clientes, um emitiu fumaça e, pelo menos, 17 provocaram danos a outros produtos dos consumidores afetados.


Apple registrou 26 casos de MacBook Pro com bateria superaquecida — Foto: Divulgação/Apple
Segundo a Comissão de Segurança de Produtos de Consumo dos Estados Unidos, autoridade que investiga o caso, todas as queixas foram nos EUA. Por precaução, a fabricante irá substituir gratuitamente as baterias de todos os 458 mil laptops do lote.
A Apple falou pela primeira vez sobre o problema no começo de junho, quando começou a recomendar que usuários levassem o MacBook para a Apple Store mais próxima em caso de aquecimento demasiado da bateria. Após pouco mais de duas semanas, a empresa anunciou o recall completo de todas as unidades vendidas no período de setembro de 2015 a fevereiro de 2017.
O defeito atinge um modelo específico do notebook da Apple. Trata-se do MacBook Pro de 15 polegadas sem Touch Bar “meados de 2015” (mid-2015). Para descobrir se o seu Mac precisa ser levado para a assistência técnica, certifique-se de que ele não tem Touch Bar, abra o menu “Sobre este Mac” e copie o número de série que aparece na tela. Depois, cole esse número na ferramenta de verificação da Apple (https://support.apple.com/pt-br/15-inch-macbook-pro-battery-recall). Em caso positivo, a empresa recomenda parar de usar o computador imediatamente e levá-lo a uma loja oficial ou a um representante autorizado para reparo.

0 Comentários:

Postar um comentário