Radeon VII é boa? Veja ficha técnica e preço da placa de vídeo da AMD

Radeon VII é a primeira placa de vídeo do mundo a ser desenvolvida na litografia de 7 nm e foi lançada na CES 2019. O modelo da AMD chegou com a promessa de oferecer o dobro de desempenho de sua antecessora Radeon Vega 64. Além disso, a GPU também deve brigar no segmento high-end com a placa RTX 2080, da rival Nvidia.A placa chegou ao mercado dos Estados Unidos com preço oficial de US$ 700, algo em torno de R$ 2.709 em conversão direta, sem impostos. A fabricante ainda não informou o valor do modelo no Brasil, mas já é possível encontrar a GPU no e-commerce nacional por cerca de R$ 4 mil. Confira a seguir mais informações a respeito da Radeon VII e saiba se ela é uma boa opção para você.
Radeon VII chegou para brigar no segmento de placas para entusiastas — Foto: Divulgação/ AMD

Ficha técnica AMD Radeon VII

  • Lançamento: Janeiro de 2019
  • Arquitetura: Vega 2ª geração
  • Preço oficial: US$ 700 (R$ 2.709 em conversão direta, sem impostos)
  • Unidades computacionais: 60
  • Frequência base: 1.400 MHz
  • Frequência boost: 1.750 MHz
  • Tipo de memória: HBM2
  • Tamanho máximo de memória: 16 GB
  • Consumo da placa: 300 Watts
  • Alimentação: Dois conectores de oito pinos
A placa chegou com a nova arquitetura da AMD, a Vega de segunda geração. Dessa forma, o modelo promete refinar o desempenho que era encontrado em modelos como as Vega 56 e 64. A GPU deve ser capaz de atingir altas frequências de processamento, o que pode render um gás extra para gerar ainda mais quadros.
Utilizando as memórias HBM2, a placa da AMD deve oferecer uma largura de banda muito superior quando comparada a placas que utilizam memórias GDDR, o que garante ainda mais velocidade ao modelo Radeon. Evidentemente, todo esse desempenho vai exigir um alto consumo energético, dada a necessidade de utilizar dois conectores de oito pinos de alimentação na placa. A fabricante recomenda que a Radeon VII seja utilizada com uma fonte de 750 Watts para funcionar sem problemas.

Especificações

As especificações da Radeon VII mostram que a placa briga no segmento de alta performance, já que traz frequências bem elevadas, assim como o número de unidades computacionais. No padrão HBM2, as memórias do produto devem atuar a velocidades altas e, além disso, o modelo não economiza na quantidade de VRAM, com 16 GB dedicados apenas para carregar gráficos.

Desempenho

Segundo a AMD, o rendimento da placa deve superar em 30% o da placa de geração anterior Vega 64. Isso foi demonstrado não apenas em testes realizados com jogos, mas também em softwares de renderização que colocam à prova toda a capacidade de desempenho das placas.
Em jogos modernos, o desempenho da GPU na resolução Full HD tende a oferecer uma taxa de quadros superior aos 100 fps. Já no 4K, a tendência é que títulos recentes sejam executados muito próximos aos 60 fps.
Radeon VII não é indicada para quem busca eficiência energética, as conexões complementares de energia evidenciam isto — Foto: Divulgação/AMDRadeon VII não é indicada para quem busca eficiência energética, as conexões complementares de energia evidenciam isto — Foto: Divulgação/AMDRadeon VII não é indicada para quem busca eficiência energética, as conexões complementares de energia evidenciam isto — Foto: Divulgação/AMD

Consumo

Para quem pretende investir em uma Radeon VII para impulsionar os gráficos do PC, é importante considerar a alta demanda energética da placa. A própria fabricante recomenda que seja utilizada uma fonte de alimentação de 750 Watts para que o modelo funcione da melhor forma possível.
No caso de submeter a placa da AMD a um overclock, é necessário verificar com muita atenção a questão de consumo, já que sob essa condição a tendência é que o consumo de seu PC acabe refletindo sensivelmente na conta de luz.

Tipos de uso

A AMD lançou a Radeon VII destacando o potencial da placa ao rodar jogos. De acordo com os dados que a empresa disponibiliza em seu site, é possível afirmar que a nova GPU é capaz de atender até mesmo gamers mais exigentes.
Ainda segundo a fabricante, o ganho de desempenho em aplicações gráficas, por exemplo, foi praticamente o mesmo obtido nos games. Portanto, quem busca uma boa opção para produtividade, também pode contar com o modelo.

Preço e concorrentes

Custando US$ 700 no mercado dos Estados Unidos, cerca de R$ 2.709 na cotação atual, o modelo aparece no e-commerce brasileiro custando aproximadamente R$ 4 mil. Vale lembrar que esse preço não é oficial, e pode variar bastante de acordo com as lojas online.
Com mais tempo de mercado, a RTX 2080 já possui diversos modelos de parceiras como este da EVGA — Foto: Divulgação/ EVGACom mais tempo de mercado, a RTX 2080 já possui diversos modelos de parceiras como este da EVGA — Foto: Divulgação/ EVGACom mais tempo de mercado, a RTX 2080 já possui diversos modelos de parceiras como este da EVGA — Foto: Divulgação/ EVGA
Sendo assim, a principal concorrente da Radeon VII no Brasil é a GeForce RTX 2080, que também aparece no varejo por cerca de R$ 4 mil. Apesar das especificações mais modestas, como 8 GB de VRAM GDDR6, largura de BUS de 256 bit e clock efetivo de 1.515 MHz, muitos testes apontam que a placa da Nvidia é capaz de brigar com o modelo da AMD. Vale lembrar que o modelo foi lançado em agosto de 2018, alguns meses antes da rival.

0 Comentários:

Postar um comentário