AMD tem receita líquida recorde em 2019 puxada pelo 7nm

Imagem de: AMD tem receita líquida recorde em 2019 puxada pelo 7nm

A AMD tem motivos de sobra para comemorar o ano de 2019. A empresa teve uma receita líquida anual recorde de US$ 6,73 bilhões. O resultado foi puxado pelo segmento de GPUs. A margem bruta foi de 45% em comparação aos 38% do ano anterior, um aumento de rentabilidade impulsionado principalmente pela linha de produtos feitos em 7nm.
Houve ainda houve um aumento de 4% na receita líquida em 2019. O resultado pode não parecer muito expressivo, mas a AMD está lidando com a queda de vendas da Sony e da Microsoft por causa dos produtos PS4 e Xbox One.
A AMD também declara que bateu recorde na venda de CPUs nos últimos seis anos, enquanto as vendas de GPU e a receita de data center GPU cresceu em porcentagens de dois dígitos. A empresa dobrou, ainda, o número de plataformas de processadores Epyc no mercado para mais de 100.
Para o resultado da receita líquida no primeiro trimestre de 2020, a empresa espera um resultado de US$ 1,8 bilhão, um aumento de 42% relacionado ao mesmo período de 2019. O crescimento está relacionado às fortes vendas de produtos de CPU e GPU de 7nm.
Macbook Pro terá novas GPUs móveis da AMD (Fonte: AMD)
Recentemente, a empresa anunciou a expansão de sua oferta para processadores de jogos e placas gráficas profissionais. A Apple anunciou que novo Macbook Pro terá as novas GPUs móveis AMD Radeon Pro 5500M e 5300M. A AMD promete que estes processadores vão fornecer um nível inovador de desempenho gráfico para edição de vídeo, criação de conteúdo 3D e desenvolvimento de jogos baseados em macOS.
A AMD lançou também a AMD Radeon Pro W5700, primeira placa gráfica de estação de trabalho para PC profissional de 7 nm do mundo. O produto é direcionado para designers, arquitetos e engenheiros em 3D

0 Comentários:

Postar um comentário