PS5 e Xbox Series X: confira as especificações dos consoles



Em meio ao caos causado pelo crescimento do Coronavírus globalmente, a Microsoft e a Sony resolveram dar um respiro para os gamers e apresentaram as especificações do Xbox Series X e PS5. As duas companhias estavam esperando a Game Developers Conference para soltar as novidades, mas como o evento foi cancelado, ambas liberaram os detalhes mais técnicos para o Digital Foundry, e agora temos uma tabela com o hardware dos consoles de nova geração.
Abaixo, você confere as especificações de cada um dos consoles. Vale ressaltar que o design e certos detalhes do PS5 ainda não foram revelados, logo, a tabela abaixo inclui o que já foi mostrado sobre ambos os dispositivos até agora:
HardwarePlayStation 5Xbox Series X
ProcessadorAMD Zen 2 de oito núcleos com 3.5 GHz (frequência variável)AMD Zen 2 de oito núcleos com 3.8 GHz e 3,6 GHz com SMT (frequência fixa)
Placa de vídeoAMD RDNA2 customizada de 10,28 TFLOPS, 36 CUs e 2,23 GHz (frequência variável)AMD RDNA2 customizada de 12 TFLOPS, 52 CUs e 1,825 GHz (frequência fixa)
Memória16GB GDDR6 a 448 GB/s e bus de 256 bit16GB GDDR6 (10 GB a 560 GB/s e 6 GB a 336 GB/s) e bus de 320 bit
Armazenamento825 GB de SSD NVMe customizado1 TB SSD NVMe customizado
Taxa de transferência5,5GB/s (Bruto)ou até 9GB/s (comprimido)2,4 GB/s (bruto) ou 4,8 GB/s (comprimido)
Armazenamento expansívelSlot SSD NVMe1 TB de SSD (conexão proprietária)
Armazenamento externoHDD USB
HDD com USB 3.2

Os sucessores do PS4 e Xbox One utilizam hardwares similares e tem como principal novidade o uso de SSDs, que garantem um salto de velocidade em comparação aos consoles anteriores. A mudança garantirá sistemas mais rápidos em ambos os dispositivos e jogos que praticamente não tem tela de carregamento.
Os produtos também utilizam CPU baseada em Zen 2, mesma tecnologia utilizada nos processadores da série Ryzen 3000, com customizações feitas por cada fabricante. Já a placa de vídeo de ambos os produtos será baseada em RDNA2, nova arquitetura de GPUs que também é feita pela AMD. 
Enquanto o hardware é similar, as empresas fizeram escolhas diferentes na implementação. A Microsoft está apostando em força bruta, com números mais altos, e também adotará frequência estável, visando garantir estabilidade na hora de rodar os games.
A Sony, por outro lado, seguiu um caminho diferente: o SSD e a placa de vídeo do PS5 trazem números inferiores, mas prometem garantir mais velocidade durante o uso. Além disso, a empresa vai apostar em frequências variáveis, que podem cair em até 10% em casos mais críticos, mas prometem garantir mais potência utilizando uma tecnologia baseada no AMD SmartShift.
Os dois dispositivos também contam com 16 GB de memória RAM no padrão GDDR6, mas que vão operar de maneira diferente. Além disso, outra diferença entre os consoles está na implementação de armazenamento extra. Ambos os videogames vão suportar HDDs externos, mas o SSD que poderá ser adicionado para aumentar a memória funciona diferente. 
Segundo revelou a Microsoft, o Xbox Series X contará com um padrão de SSD NVMe único e só deve aceitar os dispositivos feitos em parceria com a Seagate, que permitem adicionar até 1 TB extra de armazenamento rápido no console.
O PS5 deve contará com uma solução similar, porém, vai permitir que as pessoas expandam o armazenamento utilizando cartões de memória feitos por terceiros, e não apenas o SSD oficial da Sony. Segundo Mark Cerny, arquiteto do console, o console funcionará com "certos SSDs M.2" compatíveis com PCIe 4.0.
O lançamento do PS5 e do Xbox Series X está previsto para o final de 2020 e tanto Sony quanto Microsoft já deram a entender que a chegada dos consoles não foi atrapalhada pelo Coronavírus. Até lá, com certeza teremos mais novidades sobre as plataformas, incluindo o preço e os jogos que cada console terá para oferecer.

0 Comentários:

Postar um comentário