Industria 4.0: Nova revolução industrial em vista

 O governo alemão apresentou um novo conceito e modelo para a indústria, com base na atualização e aprimoramento das tecnologias implementadas nos modelos de empresas tecnológicas atuais.
  O objetivo é realizar a informatização de processos, para que dessa forma a empresa se torne cada vez mais independente e inteligente
  A independência é no sentido de que ela mesmo se gere, por meio de tecnologias imersivas e com inteligência artificial de ponta.
 A questão da inteligência em si, fica por conta do foco na velocidade e integração de recursos, máquinas, sistemas e ativos. Dessa maneira, a empresa desenvolve um ambiente com redes inteligentes.
 Dessa maneira autônoma, esses sistemas seriam capazes de identificar problemas, comunicar os responsáveis para a resolução, agendar horários para manutenções para que os objetivos sejam compridos, mas que essas manutenções e problemas não fossem esperados.
 A chamada Industria 4.0 tem como estrutura básica:
·        Eficiência no processamento das informações: Decisões mais diretas e assertivas;

·        Autonomia e descentralização: O próprio sistema avançado realizará os ajustes requeridos para solucionar as necessidades;

·        Ampliar os fatores virtuais: Mesmo com a autonomia apurada dos processos, será possível rastrear cada um desses processos e dados;

 Podemos assumir sem sombra de dúvidas, que as empresas serão remodeladas e impactadas diretamente pela indústria 4.0,  vai agir e intensificar um ponto já presente em nosso mercado consumidor, a customização dos produtos e serviços.
Os processos serão realizados já no formato que o cliente precisa e busca, garantindo a realização de suas predileções.

0 Comentários:

Postar um comentário