Helio G70 e G80 são os chips da MediaTek para smartphones gamers da linha intermediária

Smartphone rodando o jogo PUBG Mobile

Se você tem alguma dúvida da grandeza do mercado gamer móvel, basta dar uma olhada nos números gigantescos do Free Fire no Brasil. O game, um battle royale que roda praticamente em qualquer smartphone, é um dos mais baixados e jogados do Brasil e tem até uma liga brasileira com prêmios milionários.

Já ouvimos há um tempo a iniciativa da Qualcomm em produzir chips personalizados para quem joga no smartphone. Agora é a vez da MediaTek: a empresa lançou dois novos chipsets para atender este público.

Chamada de série G, ela consiste em dois chips, o Helio G70 e o Helio G80. Segundo a marca, a linha “oferece experiência melhorada de gráficos e conectividade superiores, para garantir jogos sem interrupção”.

Estes chips devem equipar uma categoria de smartphones intermediários avançados, que devem começar chegar ao mercado ainda em fevereiro.

De modo resumido, eles contam com a tecnologia HyperEngine, presente no chip Helio G90 Series, que otimiza o chip para gerenciamento inteligente de rede e recursos, possibilitando “ações rápidas e suaves”. Então, por exemplo, quando o sinal Wi-Fi estiver ruim, ele priorizará o acesso 4G durante os jogos, em uma tentativa de evitar que a internet ruim cause atrasos no jogo. Segundo a MediaTek, a funcionalidade também possibilita o gerenciamento inteligente e dinâmico de CPU, GPU e memória.

Fora isso, o chip conta com suporte a multicâmera avançada (o que já faz imaginar que ele deve equipar algum aparelho com um monte de sensores), estabilização eletrônica de imagem e mecanismo de profundidade dedicado (pense naqueles telefones com sensor que ajudam a borrar o fundo da imagem para criar o efeito de retrato).

Deixando a fotografia de lado, os chips da marca contam com o que eles chamam de voice wokeup, que possibilita que o smartphone atenda comandos de voz quando estiver inativo. No mínimo, deve dar para usar tranquilo o “ei, Google” para acionar o Google Assistente.

Os chips são construídos no processo de 12 nm e são octa-core, sendo duas CPUs ARM Cortex A 75 de até 2 GHz e seis CPUs Cortex A55 operando até 1,8 GHz. Na parte gráfica, a GPU é ARM Mali-G52 que opera com clock de 820 MHz no Helio G70 e 950 MHz no Helio G80.

Como já dissemos, fabricantes devem incluir o Helio G70 e G80 em aparelhos que devem ser lançados ainda em fevereiro. Então, façam suas apostas para saber qual marca deve contar com os pequenos cérebros da MediaTek.


0 Comentários:

Postar um comentário