The Technology a empresa (The Technology the company)

Aos que estão querendo montar seu PC ou comprar um Notebook a The Technology está com diversas promoções, tudo com 1 ano de garantia e nota fiscal. Quem quiser mais informações entre em contato com a empresa: Instagram: @the.technology WhatsApp: +5531999858373 To those who are looking to assemble their PC or buy a Notebook, The Technology has several promotions, all with 1 year warranty and invoice. Whoever wants more information contact the company: Instagram: @ the.technology WhatsApp: +5531999858373

SERIAL DE ATIVAÇÃO WINDOWS 10 TODOS (ACTIVATION SERIAL WINDOWS 10 ALL)

Está é a maior lista da internet de Serial, Chave e Key de instalação do Windows 10 (This is the Internet's largest list of Windows 10 Serial, Key and Key installation)

AutoCAD 2017 + Crack Completo em Português-BR

AutoCAD 2017 + Crack, Completo em Português-BR é o software mais utilizado no campo da engenharia, arquitetura e design de produtos, consagra-se como uma das ferramentas de desenho técnico mais completas e profissionais disponíveis no mercado.

SketchUp Pro 2017 + V-Ray + Crack – Português

SketchUp Pro 2017 foi desenvolvido para os estágios conceituais do projeto, com uma estrutura 3D muito fácil de aprender. Numa analogia, SketchUp Pro pode ser considerado “o lápis do desenho digital”.

SSD: conheça mitos e verdades do hardware e tire suas dúvidas

Com aumento na popularidade do SSD, alguns mitos sobre o componente de armazenamento acabaram se espalhando pela Internet, desinformando muitos e afastando possíveis novos usuários.

Como descobrir (hackear) senha de WIFI no Windows em minutos - WPA/WPA2/WPS

Deseja aproveitar a conexão Wi-Fi super rápida do seu vizinho? Se eles são espertos, provavelmente têm uma senha protegida (caso contrário, você não estaria lendo isso, estaria?).

Razer vaza dados pessoais de 100 mil clientes


As marcas especializadas na produção de equipamentos para o público gamer tem disponibilizado uma gama de produtos e serviços nos últimos anos. Para obter sucesso em um mercado cada vez mais competitivo, empresas passaram a adotar serviços em nuvem, software para otimização, controle de luzes RGB, e muitos outros recursos, em conjunção com seus dispositivos de hardware. 

Dentre essas empresas, a Razer sofreu diversas críticas por exigir a criação de uma conta e conexão à internet para que os usuários tenham acesso ao programa Synapse, software unificado da empresa para controlar os ajustes e drivers de seus dispositivos, tal como os recursos de LEDs coloridos e funcionalidades extra dos periféricos, como equalização para os fones de ouvido. 


Agora, uma falha de segurança expos os dados de mais de 100 mil usuários do Razer Synapse publicamente. Embora a empresa prometa que senhas e números de cartão de crédito não tenham vazado, o conteúdo pessoal possui informações que podem ser usadas por hackers para elaborar ataques de phishing e engenharia social. 


Como o uso dos programas é obrigatório para cada vez mais aparelhos comprados nos últimos tempos, o público vê-se obrigado a aceitar termos de uso abusivos e baixar programas vulneráveis apenas para usar todos os recursos de um dispositivo que comprou. Uma maneira de minimizar a coleta e vazamento de dados é fazendo o download de uma VPN e usando alternativas open source, mas nem sempre temos como fugir dos programas proprietários. 


O vazamento da Razer


O vazamento dos dados foi percebido pelo especialista em segurança digital Volodymyr Diachenko, ao notar que a empresa havia configurado de forma errada um de seus clusters no Elasticsearch. Dessa forma, até mesmo mecanismos de pesquisa externos, como o Google, poderiam ler os dados que deveriam ser armazenados de forma privada.

Os dados expostos incluem endereços residenciais, email, telefone, basicamente todos os dados pessoais do usuário exceto senha e número do cartão de crédito. Apesar de ter sido notificada imediatamente, a Razer demorou cerca de 3 semanas para resolver o problema, já que a equipe de suporte não soube interpretar a gravidade das ameaças. 


O problema dos programas gamer


A Razer está longe de ser a única empresa com programas obrigatórios para os usuários que compraram dispositivos de hardware e periféricos voltados ao público gamer. A Nvidia passou a distribruir seus drivers através do GeForce Experience, acusado de coletar grande quantidade de dados em segundo plano dos computadores. 

Além disso, empresas como Logitech, Asus, MSI, e diversas outras fabricantes, também exigem o download de seus próprios programas para gerenciar as configurações de mouses, teclados, fones, placas-mãe e diversos outros componentes. 

Alternativas como a OpenRGB permitem que o usuário tenha acesso à alguns desses recursos sem a necessidade de baixar o programa oficial das marcas, mas ainda assim, não existe uma solução universal que ofereça toda a gama de disponibilidades que as fabricantes fornecem com seus programas. 


A coleta de dados como serviço

O público gamer não encara o problema da privacidade digital apenas com o uso de programas para seus dispositivos. Diversos serviços embutidos nos jogos e launchers também possuem acesso irrestrito aos dados pessoais dos usuários, levantando diversas polêmicas.

O recurso anti-trapaças Vanguard, incluído no popular jogo de esports Valorant, possui o mesmo nível de acesso que o kernel do sistema, ou seja, pode controlar todas as ações do computador e todos os dados que entram e saem pela rede. Além disso, ele funciona em segundo plano mesmo com o jogo desligado. Além das preocupações com a privacidade, o serviço está causando problemas na interação com outros programas dando muitas dores de cabeça ao usuários. 

Embora por vezes a coleta de dados seja acidental ou mínima, em muitos casos ela é usada para monetizar a atividade dos usuários. Os dados podem ser vendidos para anunciantes, ou processados para se obter mais informações sobre o usuário, criando verdadeiros perfis digitais. Assim, os consumidores ficam à mercê da equipe de segurança de cada empresa para que seus dados não sejam acidentalmente revelados na internet. 

O uso dos dados pessoais, sua coleta excessiva, e os programas auxiliares que são essencialmente obrigatórios e invasivos tem despertado o debate nas comunidades gamer e entusiasta sobre o perigo da falta de privacidade digital nos dias de hoje, e a busca por alternativas é cada vez maior.

Esperamos que com a pressão dos consumidores, e a publicidade negativa de eventos de vazamento de dados como o caso da Razer, irão direcionar o mercado a usar cada vez menos dos recursos de coleta de dados pessoais para  seus serviços. 


Novo driver da Nvidia monitora dados do usuário em segundo plano, veja como desabilitar

 O último driver da Nvidia chegou "equipado com uma polêmica": a nova versão faz a instalação de um sistema de telemetria, que envia dados do sistema do usuário aos servidores da empresa. De acordo com a Nvidia, os dados recolhidos são os necessários para recomendar a atualização mais recente e as configurações ideias nos games, o que inclui configuração de hardware, sistema operacional, língua, games instalados, configurações dos games, uso dos jogos, performance dos jogos e driver utilizado atualmente.

O sistema se instala por padrão junto com a versão mais recente dos drivers. Entre os recursos, há dois processos focados no envio de relatórios de crash, porém a falta de detalhes sobre o que está sendo monitorado e a impossibilidade de não realizar a instalação desse recurso, mesmo realizando uma instalação customizada do driver, tem irritado usuários. Para os mais preocupados com a segurança de seus dados, esse vídeo mostra como desabilitar a telemetria.

A telemetria é uma técnica que possibilita realizar medições de forma remota. O uso desse recurso é interessante ao possibilitar um monitoramento dos problemas técnicos em drivers de forma ágil e com uma base ampla e confiável de dados. Porém, essas telemetria realiza o envio de dados do usuário ao servidor da Nvidia, levantando todas as questões relativas a privacidade dos consumidores consequentes do uso dessa técnica. 

Anti-cheat de VALORANT tem causado travamentos e problemas nos computadores

 


Quem está participando do beta fechado de VALORANT, com certeza deve ter se deparado com o sistema anti-cheat desenvolvido para o jogo, o Vanguard. A aplicação tem como objetivo neutralizar o uso de trapaças dentro do game e banir usuários que tentam ganhar vantagens sobre os outros.

Entretanto, o Vanguard tem causado algumas dores de cabeça para os jogadores. Eles têm relatado problemas com relação ao uso cotidiano do computador junto com o programa. Anteriormente, usuários já haviam relatado que o sistema os impedia de utilizar programas de monitoramento de hardware (CPU, GPU, Memória) como MSI Afterburner, CPU-Z e outros.

Dessa vez, os relatos são um pouco mais críticos. Por meio do Reddit, um usuário criou um tópico informando que o Vanguard está causando travamentos e até tela azul. Isso se dá porque o anti-cheater é executado assim que o computador é iniciado e não ao entrar no jogo. Além disso, outros relatos alegam que o programa tem causado conflitos em drivers e arquivos do computador.

Outra reclamação constante dos jogadores é sobre ter que reiniciar o computador para poder jogar VALORANT, uma vez que não há a possibilidade de executar o anti-cheater manualmente.

Por conta disso, muitos jogadores desinstalaram VALORANT, com receio de que o anti-cheater possa danificar seus computadores. E embora algumas pessoas não tenham enfrentado nenhum problema, elas também estão desinstalando o jogo por precaução.



Apple processa Epic e diz que conduta da companhia ameaça existência do ecossistema iOS

 Logotipo da Apple. Crédito: Josh Edelson/AFP (Getty Images)

A briga entre Apple e a Epic Games não dá sinais de acabar. A Apple entrou com um processo contra a desenvolvedora de Fortnite nesta terça-feira (8) buscando indenizações compensatórias e punitivas, além de pedir ao tribunal que responsabilize a Epic por suas obrigações contratuais.

“As ações da Epic causaram danos à reputação da Apple e perda de boa vontade com os consumidores que contam com a Apple para oferecer os aplicativos que desejam baixar, como o Fortnite, com todas as proteções de segurança e privacidade que esperam da Apple”, diz a companhia em seu processo. “Se não for controlada, a conduta da Epic ameaça a própria existência do ecossistema iOS e seu tremendo valor para os consumidores.”

A Apple alegou que a Epic enviou propositalmente um “cavalo de troia” para a App Store, escondendo uma linha de código em uma correção do Fortnite que permitia à empresa de jogos “contornar o processo de revisão por aplicativos da Apple” para que os usuários pudessem pagar diretamente à desenvolvedora para obter V-Bucks, a moeda do jogo. A Epic negou ter escondido qualquer coisa.

A Apple disse que a correção equivale a um “pouco mais que roubo”, alegando que a Epic intencionalmente tentou encontrar uma maneira de “aproveitar todos os benefícios da plataforma iOS da Apple e serviços relacionados” sem pagar à Apple o que era contratualmente devido.

“A Apple fez valer seus direitos nos termos dos acordos contratuais e das diretrizes, removendo o aplicativo Fortnite”, disse a Apple. “Mantendo sua narrativa egoísta, a Epic tenta reformular a conduta da Apple como ‘retaliação’. Mas o exercício de um direito contratual em resposta a uma violação aberta e admitida não é ‘retaliação’.”

A Apple usa como evidência um e-mail do CEO da Epic Games, Tim Sweeney, enviado às 2h do dia 13 de agosto, no qual ele escreveu que a Epic não iria mais “aderir às restrições de processamento de pagamento da Apple” e que a empresa começaria a oferecer um método de pagamento direto no Fortnite no macOS e iOS.

De acordo com a Apple, este movimento é a prova de que o processo da Epic foi uma “estratégia legal e de relações públicas orquestrada para evitar as comissões às quais a Apple tem direito contratualmente”. Em nenhum momento a Epic contestou que violou o contrato.

No mesmo dia que a Epic anunciou que implementou uma opção de pagamento direto, a Apple removeu o Fortnite da App Store, liberando assim a Epic Games dessas “restrições de processamento de pagamento”.

Não parece que a Epic tenha realmente roubado da Apple, visto que a empresa claramente planejou que a Apple respondesse à sua jogada tirando o Fortnite da App Store. Quero dizer, em sua comunicação a empresa parece ter dito indiretamente: “Ei, só um aviso, sabe esse negócio de 30%? Não vamos mais pagar isso”. E o comercial da Epic lançado depois parece reafirmar que a empresa sabia exatamente o efeito que sua mudança causaria e pretendia ter.

Na semana passada, a Epic Games entrou com um pedido de liminar junto ao Tribunal Distrital dos EUA para o Distrito Norte da Califórnia para colocar o Fortnite de volta à App Store enquanto continua sua batalha legal com a Apple. A empresa já ganhou uma ordem de restrição temporária, impedindo a gigante da tecnologia de banir a plataforma de jogos Unreal Engine, da Epic, da App Store.

Em uma audiência anterior, a Apple disse acreditar que a Epic violaria seu contrato da Unreal Engine e que tomaria medidas de precaução para evitar isso, removendo a plataforma. No entanto, como a Epic mantém contratos separados para Fortnite e Unreal, e como a Epic não violou seu contrato que se refere à Unreal, o juiz não viu nenhuma razão para permitir que a Apple a removesse — não importa o incontável número de desenvolvedores de jogos e cineastas que dependem da Unreal Engine para fazer seus produtos.

Esse foi um dos principais pontos de discussão no processo da Epic na semana passada, porque o destino da Unreal ainda está em questão. A ordem temporária de restrição que foi parcialmente concedida em favor da Epic no mês passado só mantém o status quo até a audiência preliminar.

Dependendo de como isso for, é possível que a Unreal Engine se junte ao Fortnite no purgatório da App Store — o que significa que desenvolvedores e cineastas podem perder o acesso às ferramentas de que precisam para realizar atualizações em seus produtos ou continuar seu trabalho.

Mais adiante, isso pode significar que esses criadores teriam que mudar para um mecanismo diferente, como o Unity, ou abrir mão do desenvolvimento para macOS e iOS. Isso colocaria jogos como Dodo Peak, que foi criado com a Unreal e foi um dos primeiros a serem lançados no Apple Arcade, em perigo.

A Epic Games tem até 18 de setembro para responder a esta última ação da Apple. A próxima audiência está marcada para 28 de setembro.

POCO M2 com Helio G80, 6 GB de RAM, câmeras quad de 13 MP e bateria de 5.000 mAh lançado por Rs 10.999 (~ $ 149)

 Em julho, a marca POCO Índia apresentou o smartphone POCO M2 Pro na Índia. Era apenas uma versão rebatizada da edição global do Redmi Note 9 Pro com pequenas diferenças. O M2 Pro chegou à Índia com um preço inicial de Rs. 13.999 (~ $ 190). Hoje, a empresa realizou uma inauguração para apresentar o POCO M2. Como o nome diz, ele está posicionado abaixo do POCO M2 Pro. Conseqüentemente, ele pousou na Índia como o telefone POCO mais barato do país.

Especificações e recursos do POCO M2

O POCO M2 tem um grande painel IPS LCD de 6,53 polegadas. A tela Dot Display suporta resolução Full HD + de 1080 x 2340 pixels. A tela é protegida por uma camada Gorilla Glass 3. As câmeras traseiras também são protegidas pelo mesmo vidro reforçado. O telefone possui uma enorme bateria de 5.000 mAh que promete vida útil da bateria de 2 dias. Com uma única carga, o POCO M2 promete 12 horas de jogo, 25 horas de reprodução de vídeo, 76 horas de reprodução de música e 26 dias em standby. O telefone vem com um carregador rápido de 18W.

Presente sob o capô do POCO M2 está o chipset MediaTek Helio G80 . Para os jogadores, ele vem com a tecnologia de jogos HyperEngine que gerencia recursos de maneira inteligente, promove uma experiência de jogo mais suave, promete potência aprimorada com eficiência e lida com Wi-Fi e LTE de maneira inteligente. O POCO M2 vem com 6 GB de LPPDR4x RAM e 128 GB de armazenamento interno. Há um slot de cartão microSD dedicado para armazenamento adicional.
POCO M2

O POCO M2 vem com um sistema de câmeras quádruplas na parte traseira. É composto por uma lente primária de 13 megapixels, um snapper ultra grande de 8 megapixels, uma lente macro de 5 megapixels e uma lente auxiliar de profundidade de 2 megapixels. Para selfies, o telefone possui uma câmera frontal de 8 megapixels. O telefone vem com o sistema operacional Android 10 baseado em MIUI 11. Por ser um dispositivo POCO, ele possui o POCO Launcher a bordo. A empresa prometeu lançar a atualização do sistema MIUI 12 em breve para os usuários do POCO M2. Durante o lançamento, foi confirmado que o POCO M2 não possui anúncios.

A parte traseira do POCO M2 tem um padrão de dois tons que promove melhor aderência por meio de textura anti-impressão digital. O telefone também vem com revestimento resistente a respingos P2i. O dispositivo vem com protetor de tela pré-instalado.

Preço POCO M2 na Índia

O POCO M2 chegou à Índia com um preço de Rs 10.999 (~ $ 149) para a edição de 6 GB de RAM + 64 GB de armazenamento. O preço da versão de 6 GB de RAM + 128 GB de armazenamento é de Rs. 12.499 (~ $ 170). O aparelho vem em cores como Pitch Black, Slate Blue e Brick Red. Os clientes com cartões ICICI e do Banco Federal podem aproveitar um desconto instantâneo de Rs 750 (~ $ 10). O telefone estará disponível para compra pela primeira vez às 12h do dia 15 de setembro através do Flipkar.com.

O POCO M2 é apenas uma versão rebatizada do Redmi 9 Prime que estreou recentemente na Índia. O aparelho Redmi tem as mesmas especificações do POCO M2, mas vem em variantes como 4 GB de RAM + 128 GB de armazenamento e 4 GB de RAM + 128 GB de armazenamento. O padrão circular visto ao redor da câmera traseira do Redmi Prime está ausente no POCO M2. Além disso, o Redmi 9 Prime vem em cores diferentes, como Matte Black, Mint Green, Space Blue e Sunrise Flare.

OPPO Reno4 SE alegado pode vir com Dimensity 720

A autoridade TENAA da China aprovou alguns dos próximos telefones OPPO que têm números de modelo como PDMV00, PEAM00 / PEAT00 e PECM10 / PECT10. PDMV00 Acredita-se que estreou como OPPO A32, uma edição rebatizada do OPPO A53 smartphone que estreou em mercados como a Indonésia e Índia. Enquanto a identidade do PECM10 / PECT10 permanece um mistério, o PEAM00 / PEAT00 é especulado para quebrar a cobertura como OPPO Reno4 SE. Existem relatos mistos sobre o processador que alimenta o alegado Reno4 SE.  Um novo vazamento sugere que ele poderia ser conduzido pelo chipset Dimensity 720.

Relatórios anteriores revelaram que o smartphone PEAM00 / PEAT00 pode chegar ao mercado com o chipset Dimensity 800 ou Dimensity 800U . A lista TENAA do PEAM00 / PEAT00 revelou que ele é conduzido por um processador octa-core de 2.0 GHz. Um informante chinês aparentemente compartilhou as especificações do mesmo telefone. A folha de especificações afirma que o telefone pode ser alimentado pelo chipset Dimensity 720.

OPPO PEAM00, PEAT00 TENAA

Embora se especule para chegar como OPPO Reno4 SE, não há evidências concretas para apoiá-lo. Possui resolução AMOLED Full HD + de 6,43 polegadas com atualização de 60 Hz e taxa de amostragem de toque de 180 Hz.

O furo na tela do telefone possui uma câmera selfie de 32 megapixels. Sua parte traseira possui um sistema de câmera tripla de 48 megapixels + 8 megapixels + 2 megapixels. O alegado Reno4 SE deve abrigar uma bateria de célula dupla de 4.300mAh e pode vir com carregamento rápido de 65W.

Qualcomm anuncia processador Snapdragon 8cx 2 5G para novos laptops baseados em ARM

 No evento IFA 2020, a Qualcomm anunciou o Snapdragon 8cx 2 5G, a próxima geração de chips baseados em ARM da empresa para laptops Windows. Ele chega dois anos após o Snapdragon 8cx original e chega com melhorias incrementais em toda a linha.

snapdragon-8cx

Infelizmente, não se sabe exatamente em quais áreas a Qualcomm fez melhorias, mas a empresa prometeu que o sucessor ofereceria “desempenho geracional e ganhos de eficiência”. Além disso, a empresa também se concentrou nas capacidades do chip, especialmente em termos de chips rivais da Intel. De acordo com a Qualcomm, o Snapdragon 8cx 2 5G oferece ganhos de desempenho significativos em relação aos processadores da 10ª Geração i5 e até mesmo aos chips Lakefield da Intel, que foram feitos para rivalizar com os esforços da Qualcomm no mercado de notebooks.

O 8cx oferece uma vida útil aprimorada da bateria com os laptops alimentados por ARM durando 25 horas em uso contínuo. Este é um feito impressionante se realmente se sustentar em testes do mundo real. Notavelmente, a Qualcomm também está oferecendo o Snapdragon 8cx com outros recursos como suporte para Wi-Fi 6 e Bluetooth 5.1, tecnologia de áudio Aqstic da Qualcomm e suporte para monitores 4K externos duplos a 60 fps.

Qualcomm

Embora a marca tenha “5G”, a 2ª geração 8cx não muda muito em termos de conectividade. O chip ainda oferece as mesmas opções de modem X24 LTE e X55 5G como o 8cx original. O mercado de ultrabooks enfrentará forte concorrência, com a Intel lançando seus processadores de 11ª Geração Tiger Lake , a categoria de laptops finos e leves terá alguma rivalidade acalorada no mercado.


A Huawei Honor se gaba da dissipação de calor do seu Notebook Gamer Hunter

A Honor está fazendo sua incursão no segmento de notebooks para jogos com seu Notebook Gamer Hunter, que está programado para ser lançado em breve. O fabricante vem provocando recursos do próximo notebook em sua página do Weibo antes do lançamento. O último teaser é sobre a dissipação de calor do portátil.

Laptop de jogos Honor Hunter

De acordo com Honor, seu notebook para jogos Hunter possui o mesmo nível de dissipação de calor e tecnologia de resfriamento encontrado em notebooks para jogos de última geração. Um post no Weibo revela que a área ocupada pelas teclas WASD em seu laptop de jogos tem uma temperatura de 30,6 ° C mesmo depois de jogar por 1 hora e 12 minutos e com uma temperatura ambiente de 26 ° C.

Esta área é conhecida por esquentar em laptops de jogos e alguns fabricantes encontraram maneiras de reduzir a temperatura criando aberturas ao redor das teclas. Não sabemos qual método de dissipação de calor Honor adotou, mas com certeza mantém a temperatura baixa.

Em outro post, Honor se gaba da dissipação de calor de seu laptop para jogos, mesmo com seu perfil fino, ao contrário de outros laptops para jogos, que geralmente são bastante grossos devido à tecnologia de refrigeração sob o capô.O lançamento do notebook para jogos The Honor Hunter está previsto para 16 de setembro em Pequim. O dispositivo será equipado com o processador Intel Core i7 de 10ª geração e terá um teclado numérico dedicado, teclas direcionais de tamanho normal e uma luz de fundo personalizável.

Na imagem no topo do post, o portátil para jogos é mostrado com um chassi de metal com acabamento em azul na parte externa. Ele também possui um LED sob o logotipo da Hunter.

A OnePlus anunciou que os novos OnePlus Billie 2, 2T, 8 e 8T são os próximos smartphones da marca

OnePlus está renovando sua linha de produtos, oferecendo smartphones de gama média e econômica. Pete Lau, o cofundador e CEO da marca, revelou isso primeiro em maio. Então, em julho, a empresa lançou o OnePlus Nord como seu primeiro smartphone de gama média em anos. Seguido por isso, os vazamentos começaram a vazar informações sobre os outros aparelhos baratos da OnePlus. Agora, hoje, surgem codinomes de alguns desses aparelhos.

Logotipo OnePlus 2020 em destaque

Ele compartilhou uma imagem de um trecho de código, que revelou os seguintes codinomes associados ao que parece ser seu nome de marketing.

  • billie2 - OnePlus Billie 2
  • billie2t - OnePlus Billie 2T
  • billie8 - OnePlus Billie 8
  • billie8t - OnePlus Billie 8T

Esta não é a primeira vez que ouvimos falar do codinome “billie”. Esses dispositivos vazaram em um vídeo renderizado no início de agosto. Max J, a pessoa por trás desse vazamento confirmou que haverá vários telefones. Os dispositivos listados acima podem ser os que ele mencionou.

Além disso, segundo ele, também são conhecidos como “Aurora” e podem ser lançados com a marca “Nord”. Portanto, não há certeza se esses aparelhos serão de fato chamados OnePlus Billie.

Um desses dispositivos pode vir equipado com Snapdragon 662 ou Snapdragon 665 . Visto que outro modelo da lista acima poderia ser um smartphone 5G de gama média equipado com Snapdragon 690 como o Oneplus Nord, mas com um preço mais acessível.

Além disso, o OnePlus também lançará um telefone com o codinome “trevo”, que poderia ser o smartphone mais barato da marca com recursos como Snapdragon 460 , tela 720p, bateria de 6.000mAh, configuração de armazenamento de 4GB + 64GB, slot para cartão microSD, sensor de impressão digital, fone de ouvido de 3,5 mm jack, configuração de câmera dupla de 13 MP + 2 MP,  carregamento rápido de 18 W e preço de cerca de US $ 200.

Dito isso, a maior parte do orçamento OnePlus e smartphones intermediários que estão por vir provavelmente serão lançados primeiro na Índia, conforme sugerido pelo CEO em maio.

Nvidia Ampere - RTX 3090, RTX 3080 e RTX 3070 data de lançamento, especificações, desempenho e preços

 As novas placas gráficas da série RTX 30 foram anunciadas ... e elas são monstros para jogos e ray tracing.

Nvidia launches GeForce RTX 3090, 3080 and 3070 with Ampere - CNET

As novas placas Nvidia Ampere foram finalmente reveladas e o RTX 3090, RTX 3080 e RTX 3070 parecem monstros absolutos. Mesmo as especificações mais baixas e os preços mais baixos das placas RTX de segunda geração são capazes de superar o que foi ontem a placa de vídeo mais rápida do mundo. Qualquer um que comprou um RTX 2080 Ti nos últimos meses vai chorar em seu teclado iluminado por RGB agora mesmo.

O CEO da Effusive, Jen-Hsun Huang, está chamando a Nvidia Ampere de "o maior salto geracional" que a empresa já deu, e pelo desempenho que a Nvidia está fazendo, isso não soa como muito barulho. 

O RTX 3080 é até duas vezes mais rápido que o RTX 2080 e consideravelmente mais rápido que o RTX 2080 Ti.

Podemos não perder muito tempo falando sobre aquele BFGPU, o RTX 3090. Isso é um gigante "porque nós podemos", que francamente me assusta e ao equipamento de teste que estarei equilibrando sua considerável circunferência no topo. Também custa cerca de US $ 1.499 apenas pela placa de referência de slot triplo, o que a torna a placa GeForce mais cara lançada desde a GeForce GTX Titan Z de duas GPUs de US $ 3.000.

Os dois primeiros cartões devem chegar em setembro, com o cartão realmente mais interessante, o RTX 3070, não programado para chegar às prateleiras até outubro. Quando se trata de GPUs mais convencionais - o RTX 3060 et al. - não esperamos vê-los até algum momento do ano novo. 

Porém, como o boato costuma fazer, os futuros cartões estão sendo vendidos na forma de 1 6GB RTX 3070 Ti , um cartão provisório em potencial entre o RTX 3080 e o RTX 3070.

Num relance…

Data de lançamento da série Nvidia Ampere RTX 30
O carro-chefe da Nvidia RTX 3080 será lançado primeiro, em 17 de setembro, com o Titan-eqsue RTX 3090 chegando mais tarde em 24 de setembro. O mais acessível dos três novos GPUs Ampere, o RTX 3070 está programado para lançamento em outubro. 

Especificações da série Nvidia Ampere RTX 30
As novas GPUs GeForce RTX Ampere vêm com uma contagem de núcleos impressionante, o dobro do que se dizia originalmente. Com o dobro das unidades FP32, o RTX 3090 tem 10.496 núcleos CUDA, o RTX 3080 tem 8.704 e o RTX 3070 tem 5.888 núcleos CUDA dentro dele. A capacidade de memória também é relativamente grande com 24 GB, 10 GB e 8 GB de GDDR6X ou GDDR6, respectivamente.

Desempenho da série Nvidia Ampere RTX 30
A equipe verde está promovendo uma melhoria de 1,9x no desempenho por Watt em relação ao Turing, o que significa que para atingir 60fps você precisará de quase metade da potência. Mas quem quer ficar parado? O RTX 3090 é declaradamente 1,5x mais rápido que o Titan RTX, o RTX 3080 é até duas vezes mais rápido que o RTX 2080 e o RTX 3070 pode superar o RTX 2080 Ti.

Preço do Nvidia Ampere
No topo da pilha, o RTX 3090 custa uns impressionantes $ 1.499 para a placa de referência. Eeep. As outras placas são mais razoáveis, com o RTX 3080 chegando a US $ 699 e o RTX 3070 de aparência impressionante a US $ 499.

A data de lançamento do RTX 3080 é 17 de setembro, tornando-se a primeira das novas GPUs Nvidia Ampere GeForce a chegar às prateleiras. É a placa que Jen-Hsun Huang se referiu como "nossa nova GPU carro-chefe" e, portanto, é a que está sendo colocada à frente e no centro com o lançamento da nova RTX de segunda geração.

A data de lançamento do RTX 3090 é 24 de setembro, logo após o cartão com preços muito mais razoáveis. Esta é a nova GPU de classe ultra-entusiasta que a Nvidia está notando com a eficácia da nova placa Titan mais amplamente disponível. 

A peça final do quebra-cabeça inicial é o RTX 3070, com uma data de lançamento muito mais vaga em algum momento de outubro. Esta é sem dúvida a placa Ampere mais intrigante para os jogadores, porque oferece um desempenho direto superior ao RTX 2080 Ti por menos da metade do preço.

Essas são as datas de lançamento declaradas para os cartões de referência da Founders Edition da Nvidia, mas o que não sabemos é a rapidez com que os parceiros de placa de expansão (AIBs) vão tirar suas próprias miríades de designs das fábricas para as lojas . Normalmente você esperaria que houvesse um mês de atraso nos cartões AIB, mas tenho a sensação de que veremos pelo menos os cartões de relógio de referência logo após o lançamento principal.

As versões com overclock de fábrica podem ser um pouco mais tarde, portanto, podem não chegar até um mês depois das placas padrão. Mas você pode esperar para ver algumas soluções de resfriamento inovadoras e brilhantes lançadas nas novas GPUs Ampere muito rapidamente.


Finalmente nós temos as especificações oficiais para cada uma das novas placas de vídeo Nvidia Ampere, e elas são um pouco diferentes do que havia rumores. Ao som de duas vezes a contagem de núcleos CUDA. Embora isso não seja estritamente verdade; um boato do ano passado deu a entender que as GPUs Ampere apresentariam o dobro dos núcleos FP32 em comparação com os equivalentes de Turing.

E isso realmente aconteceu, com o RTX 3090 de ponta apresentando mais de 10.000 núcleos CUDA por causa disso. Na verdade, isso é mais do que as especificações oficiais da GPU GA100 usada nas placas profissionais de ponta, como a placa Nvidia A100 PCIe de US $ 12.500 . 

Os pro-cards têm muito espaço ocupado com núcleos FP64, e parece que a Nvidia substituiu a lógica de dupla precisão de função fixa por versões específicas de precisão única ou os agendadores Ampere são capazes de usar o mesmo silício FP64 dedicado e, em vez disso, usá-lo para matemática FP32.

Especificações confirmadas da Nvidia RTX Série 30
Nome da placa gráficaRTX 3090RTX 3080RTX 3070
Nome GPUAmpere GA102-300Ampere GA102-200Ampere GA104-300
Nó de ProcessoSamsung 8NSamsung 8NSamsung 8N
Núcleos CUDA10.4968.7045.888
Boost Clock1.700 MHz1.710 MHz1.730 MHz
Capacidade de memória24 GB GDDR6X10 GB GDDR6X8 GB GDDR6
Barramento de Memória384 bits320 bits256 bits
Largura de banda936 GB / s760 GB / s512 GB / s
Velocidade da Memória19,5 Gbps19 Gbps16 Gbps
TDP350W320W220W
PSU recomendado750W750W650W
Preço$ 1.499$ 699$ 499
Data de lançamento24 de setembro17 de setembroOutubro

Quaisquer que sejam os detalhes, saberemos mais sobre tudo quando os white papers e os detalhes sobre arquitetura forem publicados. Por agora, porém, basta dizer que o RTX 3090 está balançando 10.496 núcleos CUDA, o RTX 3080 tem 8.704 e o RTX 3070 tem 5.888. Compare esse último com o RTX 2080 Ti e seus miseráveis ​​4.352 núcleos CUDA e você pode ver por que a nova placa de $ 499 está batendo a melhor GPU de Turing de $ 1.200.

A GPU em si é construída em um processo de produção ligeiramente diferente dos chips Ampere profissionais também, com o design TSMC de 7nm sendo descartado para os cartões RTX de segunda geração em favor do nó de 8nm da Samsung, codinome 8N. Havia rumores antigos de que a Samsung estava oferecendo grandes descontos em pedidos de fabricação, o que poderia muito bem ter motivado a equipe verde a fazer a troca pelas GPUs GeForce.

Mas não se trata apenas do silício da GPU em si, pois o subsistema de memória também é importante, e a Nvidia empregou o novo padrão de memória GDDR6X para suas duas placas principais. O RTX 3090 tem 24 GB GDDR6X, rodando em um barramento de 384 bits, enquanto o RTX 3080 tem 10 GB situados em um barramento de memória agregado de 320 bits.

O RTX 3070, no entanto, está aderindo a um GDDR6 de 8 GB, ele próprio rodando em um barramento de memória agregado de 256 bits.

A Nvidia não publicou as velocidades de memória em seu site, mas temos certeza de que estamos olhando para 19,5 Gbps, 19 Gbps e 16 Gbps, respectivamente. De qualquer forma, é muita memória rápida, independentemente de como você olha as coisas.

Power tem sido um grande ponto de discussão antes do anúncio completo, e aqueles pequenos conectores de alimentação de 12 pinos, com muito sendo feito da expectativa de que as placas RTX da Ampere irão abrigar GPUs incrivelmente ávidos e quentes. Olhando para as soluções de resfriamento que estão sendo empregadas, você pode ver o porquê, e isso também nasceu pelas especificações oficiais da placa.

Com um TGP de 350W, o RTX 3090 certamente quer muito suco, embora o TGP de 320W do RTX 3080 não seja nada para se lamentar. O RTX 3070 é um pouco mais parcimonioso em relação às suas demandas de energia, no entanto, fica bem com 320W. As especificações de PSU recomendadas pela Nvidia para as três placas funcionam a 750W para as duas primeiras e 650W para o RTX 3070.

O desempenho real das placas da série RTX 30 só será totalmente percebido quando tivermos o silício em nossas mãos. O que deve ser muito em breve. Mas, até então, tudo que temos que seguir é o que a Nvidia afirma, e esses números são seriamente impressionantes. 

A principal especificação do Ampere é aquele número de desempenho por watt de 1,9x, mas isso não é nem de longe tão atraente quanto a alegação de que o RTX 3070 de $ 499 pode realmente superar o RTX 2080 Ti de $ 1.200. É por isso que continuamos mencionando isso. Se essa afirmação funcionar na realidade dos jogos, então os ruídos sobre o "maior salto geracional" podem soar verdadeiros.

O RTX 3080, que a Nvidia está chamando de carro-chefe da GeForce RTX 30-series, também é, portanto, mais rápido do que um RTX 2080 Ti, com a empresa alegando desempenho até duas vezes maior do que o RTX 2080 padrão. E a placa que está supostamente substituindo é nenhum desleixo também.

No topo está o BFGPU, o chamado 'Big Ferocious GPU', que afirma ser até 1,5x mais rápido do que um Titan RTX. O que não é um cartão de jogo de qualquer maneira, mas vamos deixá-los escapar, porque esses ainda são alguns números impressionantes na superfície. 

"O RTX 3090 é tão grande", diz Jen-Hsun Huang, "que pela primeira vez podemos jogar jogos a 60 quadros por segundo em 8K."

(Crédito da imagem: Nvidia)

Para a maioria dos jogos, isso significará usar DLSS, o motor de upscaling equipado com IA da Nvidia, para atingir essas taxas de quadros, mas a equipe verde mostrou um gráfico com 13 jogos rodando com altas configurações gráficas a 8K e na maior parte ultrapassando 60fps. O impacto do DLSS é particularmente destacado pelo datapoint de controle; sem ele, você provavelmente terá taxas de quadros de um dígito, mesmo com um RTX 3090, mas ligue-o e parece que você está perto de 60fps.

Mas sendo este o RTX de segunda geração revelando, seria negligente não falar sobre o desempenho de rastreamento de raios e parece que os rumores de abandonar a penalidade do RTX são em sua maioria verdadeiros.

"Outrora o santo graal da computação gráfica", disse Huang durante o anúncio do RTX, "o rastreamento de raios agora é o padrão, e o Ampere vai trazer alegria além dos jogos."

Quer dizer, não é exatamente o padrão ainda, vamos precisar de um ano ou mais de consoles de última geração trazendo efeitos de traçado de raio para muito mais jogos, mas pelo menos o hardware parece que está aqui. Mesmo o humilde RTX 3070 é supostamente capaz de superar os 60fps a 1440p com o traçado de raio habilitado. Isso sugere um desempenho superior ao de uma GTX 1080 Ti sem RTX ligado.

O RTX 3080 foi projetado para ser capaz de superar os 60fps a 4K com efeitos de traçado de raio em sua grade. Versus o RTX 2080 Super Nvidia afirma que você verá uma melhoria de desempenho superior a 1,5x em títulos habilitados para RTX, como Battlefield V e Control.

A combinação de desempenho de jogos rasterizado impulsionado com proezas de rastreamento de raios de ponta vai tornar a nova série RTX 30 um ato realmente difícil de seguir. E isso é exatamente o que a AMD terá que fazer com sua própria arquitetura AMD RDNA 2 ainda este mês.

A Nvidia gerenciou a revelação de preços de uma forma muito inteligente, envolvendo-a em um gráfico de preço / desempenho onde a primeira placa da pilha, a RTX 3080, foi colocada bem acima do RTX 2080 Ti no eixo de desempenho e bem abaixo no eixo de preço . De repente, aquele preço de $ 699 parecia um grande negócio em comparação com o Ti RTX 2080 de $ 1.200.

Ele também corresponde ao preço do RTX 2080 Super e GTX 1080 Ti antes dele. Você está obtendo muito mais desempenho em jogos desta geração do que as cartas equivalentes das duas últimas gens.

Então veio a revelação do RTX 3070 de US $ 499, mais ou menos na mesma linha de desempenho do RTX 2080 Ti, bem acima do RTX 2080 Super, mas ainda bem abaixo em termos de preço. Honestamente, é esta placa que parece que vai ser a queridinha do RTX de segunda geração, e Big Navi vai ter que ir um pouco para superá-la.

E então veio a grande revelação. O RTX 3090. O maluco BFGPU, com uma etiqueta de preço que teria rido da cozinha cheia de espátulas de Jen-Hsun (sério, você viu quantos estão naquele frasco atrás dele?) Se tivesse sido revelado primeiro. Por US $ 1.499, o RTX 3090 é a placa GeForce de GPU única mais cara da empresa. E nem caberia naquele gráfico anterior.

Mas este é, como o RTX 2080 Ti implicitamente era, o cartão Titan ultra-entusiasta desta geração. Apenas com uma nomenclatura numérica GeForce RTX que o faz parecer parte do resto da gangue de jogos. Jen-Hsun tentou explicar essa mudança no Evento Especial GeForce como resultado da demanda do Titan ultrapassando seu suprimento, então agora a Nvidia está disponibilizando uma placa do tipo Titan amplamente disponível. Por um preço titânico.

"Vários anos atrás, começamos a construir o Titan", diz ele, "levando a GPU ao limite absoluto para criar a melhor placa de vídeo dessa geração. Ela foi construída em quantidades limitadas, apenas pela Nvidia. A distribuição era limitada. O demanda nos surpreendeu. "

E agora qualquer AIB pode construir o que é efetivamente um Titan baseado em Ampere e vendê-lo por meio de canais de varejo padrão. 

Mas não é a placa principal, apesar de ser o GPU mais rápido absoluto. Não, essa é a RTX 3090. Essas travessuras de marketing são boas quando você ainda oferece uma GPU de $ 500 que é tão capaz quanto a placa que era, até ontem, a placa de vídeo mais rápida já feita. Então, vamos perdoar Jen-Hsun por isso.